Dryas octopetala

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaDryas octopetala
Flor de Dryas octopetala

Flor de Dryas octopetala
Classificação científica
Reino: Plantae
Clado: angiospérmicas
Clado: eudicotiledóneas
Clado: rosídeas
Ordem: Rosales
Família: Rosaceae
Género: Dryas
Espécie: D. octopetala
Nome binomial
Dryas octopetala
(L.)

Dryas octopetala (também dríade branca, dríade-de-oito-pétalas, chá-dos-alpes) é uma planta com flor ártico-alpina da família Rosaceae. O epíteto octopetala (do grego octo (oito) e petalon (pétala) ) refere-se ao facto da sua flor exibir oito pétalas, um número pouco comum em rosáceas.

A Dryas octopetala tem uma distribuição bastante alargada, ocorrendo em áreas montanhosas onde geralmente se restringe a afloramentos calcários situados entre os 1 100 e os 2 500 metros de altitude. Entre estas áreas montanhosas contam-se o Árctico, os Alpes, os Montes Cárpatos, os Balcãs, Cáucaso, Pireneus, Jura, Apeninos e outras ocorrências isoladas. Nas Ilhas Britânicas pode ser encontrada nos Peninos, Snowdonia e nas Terras altas da Escócia e no Burren na Irlanda.

Na América do Norte é encontrada no Alasca e em regiões tão a sul como o Colorado e as Montanhas Rochosas. É a flor oficial dos Territórios do Noroeste no Canadá.

É um subarbusto de folha persistente que forma grandes colónias, sendo uma espécie muito popular em jardins de pedra. Os caules são lenhosos e tortuosos e as raízes partem de ramos horizontais. As folhas são glabras na face superior e tomentosas na face inferior. As flores desenvolvem-se em pedúnculos com 3 a 10 cm de comprimento e possuem oito pétalas.

É utilizada na confecção de tisanas.

Climatologia[editar | editar código-fonte]

O Dryas recente e o Dryas antigo são assim designados devido às grandes quantidades de pólen de Dryas octopetala encontradas em amostras de solo datadas daqueles períodos. Durante estes períodos frios, a Dryas octopetala encontrava-se muito mais largamente distribuída do que na actualidade, pois em grandes áreas do hemisfério norte actualmente cobertas por florestas estas foram substituídas por tundra.

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]