Esfera pública

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Esfera pública é a dimensão na qual os assuntos públicos são discutidos pelos atores públicos e privados. Tal processo culmina na formação da opinião pública que, por sua vez, age como uma força oriunda da sociedade civil em direção aos governos no sentido de pressioná-los de acordo com seus anseios.

Sob a ótica de Jürgen Habermas, em sociedades complexas, a esfera pública forma uma estrutura intermediária que faz a mediação entre o Estado e o espaço privado. Em sua concepção, o Estado estaria relacionado a assuntos discutidos em sigilo e que teriam como foco principal os interesses políticos. O espaço privado, por sua vez, seria aquele pertencente às famílias, com a discussão focada em suas particularidades e interesses, dentro da qual o Estado, supostamente, não teria o direito de intervir. A esfera pública se caracterizaria pelo espaço de debate entre os indivíduos que compõem a população; uma esfera que começa a ser criada com o surgimento da imprensa e a aplicação da tipografia, algo proporcionado pela histórica e marcante invenção de Johannes Gutenberg, o que possibilitou um maior acesso às informações por parte do público. Seu fortalecimento ocorre a partir do século XIX, quando o jornal passa a expressar a realidade em sua essência de maneira mais aberta e transparente.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre política, partidos políticos ou um político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.