Estratégias de marketing

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde abril de 2010).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Marketing
Composto
Marketing | Marketing mix | Produto | Preço | Promoção | Comunicação | Distribuição
Promoção
Propaganda (comunicação) | Publicidade | Campanha Publicitária | Criação (publicidade) | Relações públicas | Marketing direto | Buzz marketing | E-mail marketing | Marketing viral | Marketing de Relacionamento | Marketing de guerrilha | Marketing de utilidade | Marketing de massa | Trade Marketing
Mídias
Televisão | Rádio | Jornal | Revista | Internet
Produto
Produto | Design de produto | Metodologia de projeto | Estratégias de produto
Estratégia e conceitos
Estratégia | Estratégia competitiva | Estratégias competitivas genéricas | Estratégias de marketing | Planejamento estratégico | Plano de marketing | Cultura de Massa | Marketing de serviços | Marketing político | Mercado | Mídia | Pesquisa de mercado | Veículos | Posicionamento (marketing) | Segmentação de mercado | Telemarketing | Valor | Vantagem competitiva | Variáveis Mercadológicas
Tecnologias
Animação | Hipermídia | Podcasting | Radiodifusão | Telecomunicações
Outros verbetes
Ver Categoria:Marketing

Estratégia é a produção de planos para atingir objetivos. Estratégias de Marketing são aqueles planos desenhados para atingir objetivos do marketing. Uma boa estratégia de Marketing deveria integrar os objetivos, políticas, e sequências de ação (tática) num todo coerente da organização. O objetivo de uma estratégia de marketing é colocar a organização numa posição de cumprir eficientemente a sua missão.

Classificação das Estratégias de Marketing[editar | editar código-fonte]

É bom observarmos a pirâmide ou hierarquia das necessidades de Maslow. Lá vemos o diferencial do que é inato e do que pode nos ser sugerido através de marketing, seja ele sútil ou agressivo.

Quanto à dominância no mercado[editar | editar código-fonte]

  • Estratégia de liderança teste
  • Desafiante
  • Seguidor
  • Nicho de mercado
  • Ser competitivo
  • Vender bem não significa ter o melhor preço e sim fazer valer o seu produto
  • Saber satisfazer o grupo que pretende atingir
  • Satisfazer a si mesmo e os outros do grupo

Classificação genérica de Michael Porter[editar | editar código-fonte]

Quanto à inovação[editar | editar código-fonte]

  • Pioneiros
  • Seguidores imediatos
  • Seguidores tardios
  • Exclusividade

Estratégia de crescimento[editar | editar código-fonte]

Neste esquema coloca-se a questão: "Como é que a empresa deve crescer?" Há um variedade de formas diferentes de responder à questão. As mais comuns são:

Estratégia de cross-selling (venda cruzada)[editar | editar código-fonte]

O que é?[editar | editar código-fonte]

  • A venda de múltiplos produtos ou serviços a um mesmo cliente.
  • A venda de produtos e serviços a distintas unidades de negócio de uma mesma empresa.
  • A venda de produtos ou serviços à mesma empresa em diferentes pontos geográficos.

Quais os benefícios?[editar | editar código-fonte]

  • As Estratégias de Cross-Selling optimizam receitas e custos num contexto de concorrência muito forte e mercados maduros.
  • Vender produtos ou serviços a um cliente já em carteira é até quatro vezes menos dispendioso do que fazê-lo a um cliente novo.
  • Uma boa Estratégia de Cross-Selling deve estar baseada numa boa Estratégia de Segmentação.
  • Aumentar a fidelidade e a retenção, gerar valor para o cliente e rentabilidade para o fornecedor, aumentar o conhecimento do cliente, criar uma "fábrica de oportunidades" de venda e aumentar a "perícia" do fornecedor são alguns dos beneficios de um bom Cross-Selling.
  • As Estratégias de Cross-Selling devem traduzir-se na prática por Planos de Crescimento de Clientes adequados a cada segmento da carteira.
  • Escolher o momento chave para lançar uma nova oferta é vital no processo de Cross-Selling. Só um conhecimento profundo do cliente permitirá acertar.
  • Uma boa Estratégia de Venda Cruzada aumenta consideravelmente o "Customer Equity". É básico que exista um enfoque de longo prazo para crescer pela mão do cliente durante todo o seu ciclo de vida.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Hoover's/Miller Heiman. Cross-Selling and Up-Selling

Estratégia de Up-selling[editar | editar código-fonte]

O que é?[editar | editar código-fonte]

  • Crescimento da relação com o cliente mediante uma maior venda do mesmo produto ou serviço, ou de versões mais avançadas dos mesmos.

Factor chave[editar | editar código-fonte]

  • Maior número de soluções.

Requisitos e Rendimento[editar | editar código-fonte]

  • Maior número de produtos e serviços já disponíveis, e de soluções "premium".
  • Maior rentabilidade por venda e menos custo por venda.

Benefícios[editar | editar código-fonte]

  • Encurtar o ciclo de vendas e optimizar o ritmo de pedidos.
  • Obter no momento compromissos de compra no futuro.
  • Descobrir novas aplicações de determinados produtos ou serviços.
  • Aumentar a penetração por cliente
  • Consolidar a posição da empresa a médio e longo prazo.

Referências[editar | editar código-fonte]

La gestão del valor del cliente. Julián Villanueva e José Luis Nueno. IESE

Estratégia de Marketing de Conteúdo[1] [editar | editar código-fonte]

O que é?[editar | editar código-fonte]

  • É qualquer forma de marketing que envolva a criação e compartilhamento de conteúdo para adquirir e educar clientes.

Factor chave[editar | editar código-fonte]

  • Educação de mercado.

Benefícios[2] [editar | editar código-fonte]

  • Facilidade no primeiro contato.
  • Clientes que sabem o que querem.
  • Redução de custos e esforços.
  • Lealdade à marca.
  • Atração.

Quanto à agressividade[editar | editar código-fonte]

Aqui colocamos a questão de saber se a empresa deverá crescer ou não e se sim, com que velocidade. Um esquema divide as estratégias em:

  • segurar
  • ceifar ou colher

Um esquema mais detalhado usa as seguintes categorias: