Filon de Larissa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Filon de Larissa em grego: Φίλων; 154/3–84/3 a.C.1 ) foi um filósofo grego. Era estudante de Clitómaco, a quem sucedeu como líder da Academia de Platão. Nenhum dos seus escritos sobreviveu.

Durante a Primeira Guerra Mitridática, altura do desaparecimento da Academia, Filon viajou até Roma, onde Cícero ouviu os seus ensinamentos.

Era um céptico académico, tal como Clitómaco e Carnéades antes dele, mas ofereceu uma visão mais moderada do cepticismo em relação aos seus mestres, permitindo crenças provisórias, sem certezas, e acentuando os aspectos positivos do seu probabilismo. Assim, reaproximou a filosofia acadêmica do antigo "dogmatismo" platônico. Fundou a chamada Quarta Academia e abriu caminho para uma reafirmação "dogmática" mais decidida, por parte do seu discípulo e successor Antíoco de Ascalão, fundador da Quinta Academia.2 .

Referências

  1. Tiziano Dorandi, Chapter 2: Chronology, in Algra et al. (1999) The Cambridge History of Hellenistic Philosophy, page 48. Cambridge.
  2. Filone di Larissa (em italiano)
Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia / um filósofo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.