Amônio de Hérmias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Amônio
Conhecido(a) por Amônio de Hérmias
Nascimento ca. 440
Morte ca. 520 (80 anos)
Nacionalidade grego
Ocupação filósofo

Amônio de Hérmias (em latim: Ammonius Hermiae; em grego: Ἀμμώνιος ὁ Ἑρμείου; ca. 440 - ca. 520) foi um filósofo grego, e filho dos filósofos neoplatônicos Hérmias e Aedesia. Foi aluno de Proclo em Atenas, e lecionou em Alexandria a maior parte de sua vida, escrevendo comentários sobre Platão, Aristóteles, e outros filósofos.

Vida[editar | editar código-fonte]

A primeira página da primeira edição do comentário de Amônio sobre o Isagoge, Veneza 1500.

O pai de Amônio, Hérmias, morreu quando ele era criança, e sua mãe, Aedesia, foi quem educou-o, juntamente com seu irmão, Heliodoro, em Alexandria. Quando chegaram à idade adulta, Aedesia acompanhou seus filhos até Atenas, onde eles foram alunos de Proclo. Posteriormente, voltaram para Alexandria, onde Amônio, como chefe da escola neoplatônica de Alexandria, deu aulas sobre Platão e Aristóteles pelo resto de sua vida. De acordo com Damáscio, durante a perseguição aos pagãos em Alexandria no final da década de 480, Amônio fez concessões às autoridades cristãs para que pudesse continuar com suas palestras.[1] Damáscio, que repreende Amônio pelo acordo realizado, não diz quais foram as concessões feitas, mas podem ter envolvido censuras sobre as doutrinas que ele pudesse ensinar ou promover. Amônio ainda ensinava em 515, quando Olimpiodoro ouviu suas palestras sobre as Górgias de Platão naquele ano.[2] Amônio ensinou também, além de Olimpiodoro, a Asclépio de Trales, João Filopono, Damáscio e Simplício.

Amônio foi casado com a filha de Siriano (mestre de Proclo), [3] brilhante filósofo da Escola neoplatônica de Atenas, discípulo de Damáscio, o Ateniense.

Escritos[editar | editar código-fonte]

De seus escritos supostamente numerosos, apenas o seu comentário sobre De Interpretatione de Aristóteles sobrevive intacto. Um comentário sobre Isagogue de Porfírio também pode ser seu, mas está um pouco deteriorado e contém interpolações posteriores.

Em De Interpretatione, Amônio afirma que a presciência divina torna nulo o contingente. Como Boécio em seu segundo Comentário e A Consolação da Filosofia, este argumento sustenta a eficácia da oração. Amônio cita Jâmblico que disse que o conhecimento é intermediário entre o conhecedor e o conhecido, uma vez que é a atividade do conhecedor sobre o conhecido.[4]

Além disso, há algumas notas das palestras de Amônio escritas por vários alunos que também sobrevivem:

  • Sobre Categorias de Aristóteles (escritor anônimo)
  • Sobre Analíticos Anteriores I de Aristóteles (escritor anônimo)
  • Sobre Metafísica 1-7 de Aristóteles (escrito por Asclépio)
  • Sobre Introdução à Aritmética de Nicômaco (escrito por Asclépio)
  • Sobre Analíticos Anteriores de Aristóteles (escrito por João Filopono)
  • Sobre Analíticos Posteriores de Aristóteles (escrito por João Filopono)
  • Sobre Geração e Corrupção de Aristóteles (escrito por João Filopono)
  • Sobre a Alma de Aristóteles (escrito por João Filopono)

Foi também um talentoso astrônomo; deu aulas sobre Ptolemeu e é conhecido por ter escrito um tratado sobre o astrolábio.

Notas

  1. Damáscio, Philosophos Historia, 118B, Athanassiadi
  2. Olimpiodoro, in Gorgias, 199, 8-10
  3. Proclo foi aluno de Siriano em Atenas e em Alexandria ele foi aluno de Olimpiodoro, o Velho.
  4. Medieval Philosophy and the Classical Tradition, Curzon Press, John Inglis, 2002, pg. 128.

Referências

Wikisource  "Ammonius Hermiae". Encyclopædia Britannica (11th). (1911). Ed. Chisholm, Hugh. Cambridge University Press. 

  • Jones, A., Martindale, J., Morris, J., (1992) The Prosopography of the Later Roman Empire, páginas 71–72. Cambridge University Press.
  • Sorabji, R., (2005), The Philosophy of the Commentators, 200-600 AD, Cornell University Press.
  • Andron, Cosmin (2008), "Ammonios of Alexandria",The Routledge Encyclopedia of Ancient Natural Scientists, eds. Georgia Irby-Massie and Paul Keyser, Routledge.
  • Merlan, Phillip (1970). "Ammonius, Son of Hermias". Dictionary of Scientific Biography 1. Nova York: Charles Scribner's Sons. 137. ISBN 0684101149 

Leituras adicionais[editar | editar código-fonte]

  • Ammonius: On Aristotle Categories, traduzido por S. M. Cohen e G. B. Matthews. Londres e Ithaca 1992.
  • Ammonius: On Aristotle's On Interpretation 1-8, traduzido por D. Blank. Londres e Ithaca 1996.
  • Ammonius: On Aristotle's On Interpretation 9, with Boethius: On Aristotle's On Interpretation 9, traduzido por D. Blank (Amônio) e N. Kretzmann (Boécio). Londres e Ithaca 1998
  • John Philoponus: On Aristotle On Coming-to-be and Perishing 1.1-5, traduzido por C. J. F. Williams. Londres e Ithaca 1999
  • John Philoponus: On Aristotle On Coming-to-be and Perishing 1.6-2.4, traduzido por C. J. F. Williams. Londres e Ithaca 1999.
  • John Philoponus: On Aristotle On the Soul 2.1-6, traduzido por W. Charlton. Londres e Ithaca 2005
  • John Philoponus: On Aristotle On the Soul 2.7-12, traduzido por W. Charlton. Londres e Ithaca 2005
  • John Philoponus: On Aristotle On the Soul 3.1-8, traduzido por W. Charlton. Londres e Ithaca 2000
  • John Philoponus: On Aristotle On the Intellect (de Anima 3.4-8), traduzido por W. Charlton. Londres e Ithaca 1991.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]