Fisiatra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde Janeiro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros, acadêmico)Yahoo!Bing.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Medicina.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição.

Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde janeiro de 2009).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

O fisiatra é um médico especialista em fisiatria ou Medicina Física e de Reabilitação (MFR).

A Fisiatria ou MFR é uma especialidade médica que lida com avaliação e tratamento de doentes cuja capacidade funcional esteja limitada. Está envolvido com um grande número de patologias, em crianças e em adultos, como a paralisia cerebral, esclerose múltipla, esclerose lateral amiotrófica, AVC, traumatismos crânio-encefálicos, lesões medulares e suas complicações (bexiga e intestino neurogéneos), doenças do movimento, amputações de membros e protetizados, lesões agudas ou degenerativas musculo-esqueléticas, doenças reumáticas e osteoporose, lesões desportivas, reabilitação pós-cirurgia, dor aguda e crónica, doenças cardíacas e respiratórias, queimados...

O fisiatra tem conhecimentos em várias áreas da Medicina como Neurologia, Reumatologia, Ortopedia, Cardiologia, Pneumologia, Pediatria entre outras centrando-se no indivíduo como um todo e capacitando a sua integração no meio social, familiar e laboral.

O fisiatra pode escolher uma área de formação e de actuação mais específica e dedicar-se a áreas como a medicina desportiva, reabilitação neurológica, reabilitação pediátrica, reabilitação musculo-esquelética, reabilitação do pavimento pélvico...

Cabe ao fisiatra não apenas fazer ou confirmar o diagnóstico de um doente mas também avaliar a sua funcionalidade. O fisiatra tem formação na realização de exames de diagnóstico como a electromiografia, potenciais evocados, ecografia de partes moles, provas de função respiratória, estudos urodinâmicos... Tem ainda formação em técnicas de tratamento como infiltrações de partes moles, mesoterapia, infiltração com toxina botulínica... e tem ao seu dispor um variado número de tratamentos que ele pode prescrever ou realizar (cinesiterapia, electroterapia, vibroterapia, hidroterapia, laserterapia...)

O fisiatra trabalha em equipe (com enfermeiros, terapeutas ocupacionais, ortoprotésicos, fisioterapeutas, fonoaudiologos, psicólogos). A integração de uma equipe de reabilitação multiprofissional permite ao doente integrar um processo de reabilitação com melhoria funcional e participação na sociedade.