Fofão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Personagem Fofão no set do programa Um contra Cem.

Fofão é um personagem fictício do extinto programa de televisão infantil brasileiro Balão Mágico. Interpretado por Orival Pessini, tornou-se bastante popular entre as crianças brasileiras nos anos 1980, chegando a ter seu próprio programa, além de discos, bonecos e diversos produtos licenciados.

História[editar | editar código-fonte]

Fofão é um ser alienígena oriundo de um planeta chamado "Fofolândia". No programa Balão Mágico, da Rede Globo, Fofão fez sua primeira aparição em 1983. Inicialmente, não falava, apenas emitia sons que eram interpretados por Simony. [1] Com o sucesso do personagem, que cada vez ganhava espaço no programa, Orival Pessini criou o boneco Fofinho, réplica em miniatura de Fofão.[1]

Fofão fez tanto sucesso que, com o fim do programa global, em 1986, ganhou seu programa diário, a TV Fofão, na Rede Bandeirantes, no qual apresentava quadros humorísticos e desenhos animados da Hanna-Barbera atualmente no SBT. Seu programa na Rede Bandeirantes ficou no ar por quase quatro anos, de 1986 a 1989. Em sua programação havia desenhos animados da Hanna-Barbera atualmente no SBT. musicais e quadros cômicos. O personagem foi ainda protagonista de um filme longa-metragem chamado Fofão e a Nave sem Rumo, de 1989.

O programa TV Fofão voltou a ser exibido pela Rede Bandeirantes entre 1994 e 1996.[2] Em 1996, o programa teve uma rápida passagem pela TV Gazeta[2] , quando esta ainda mantinha parceria com a CNT.

Orival Pessini gerencia a empresa Fofão Produtos e Merchandising, Ltda. Com o sucesso do personagem Fofão, lançou vários discos e produtos com seu nome.

Em 2013, o personagem comemorou 30 anos de criação e realizou shows pelo Brasil, tendo cantado ao lado de Ivete Sangalo no Fortal, carnaval fora de época realizado em Fortaleza,[3] e apresentações especiais ao lado do personagem Kiko do seriado El Chavo del Ocho[4] , interpretado pelo ator Carlos Villagrán, onde promovem aos fãs o encontro dos personagens bochechudos.

Em 2014, Fofão (Orival Pessini) foi convidado pela escola Rosas de Ouro para desfilar na avenida, levando o tema "Inesquecível", que mostra as fases da vida de um ser humano desde a infância a terceira idade, relembrando personalidades que marcaram a vida de muita gente, e as homenageando.[5]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio

  • 1984: Disco do Fofão
  • 1985: Disco do Fofão 2
  • 1986: Som e Fantasia
  • 1987: Doce Caramelo
  • 1988: Nave do Futuro
  • 1989: Bilubidu Aluaiê
  • 1990: Lambolê
  • 1996: TV Fofão
  • 1998: O Coco do Coqueiro
  • 2007: Mundo Novo   

Programas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b BALÃO MÁGICO - EVOLUÇÃO Memória Globo. Visitado em 13 de outubro de 2014.
  2. a b Natália Guaratto (25 de julho de 2014). Trinta anos após criação, Fofão voltará como game, desenho e boneco UOL. Visitado em 13 de outubro de 2014.
  3. Ego (17 de agosto de 2009). Por onde anda o Fofão? gazetaonline.globo.com. Visitado em 13 de outubro de 2014.
  4. Circo Pé-de-Feijão" reúne Fofão e Kiko oestadoce.com.br (31 de maio de 2011). Visitado em 13 de outubro de 2014.
  5. Alalao (1 de março de 2014). Alalaô: Rosas de Ouro leva Fofão, Capitão América e Zé do Caixão para a avenida Folha de São Paulo. Visitado em 13 de outubro de 2014.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma personagem de ficção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.