Françoise Hardy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Françoise Hardy
Françoise Hardy em 1969
Informação geral
Nome completo Françoise Madeleine Hardy
Nascimento 17 de Janeiro de 1944 (70 anos)
Local de nascimento Paris, França


Françoise Hardy (Paris, 17 de Janeiro de 1944) é uma cantora e compositora francesa, bastante popular principalmente durante os anos 1960.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Françoise cresceu com a irmã, Michèle, e a mãe num pequeno apartamento em Paris. Quando terminou o ensino secundário, o seu pai ofereceu-lhe uma guitarra e Françoise começou a compor canções. A sua mãe estimula-a a ingressar na universidade e Françoise matricula-se na Faculdade de Ciências Políticas na Sorbonne, tendo depois mudado para Letras. No entanto, não chegou a concluir nenhum curso, descobrindo na música a sua vocação.

Em 1961, com apenas dezessete anos, assinou um contrato com a editora discográfica "Vogue". No ano seguinte Françoise alcança grande sucesso internacional com a canção "Tous les garçons et les filles" (mais de dois milhões de cópias vendidas), à qual continua associada até hoje.

Por esta altura Françoise conheceu o fotógrafo Jean-Marie Périer, com quem manteve uma relação amorosa até 1967.

Em 1963, participou no Festival Eurovisão da Canção como representante do Mónaco com o tema "L’amour s’en va", tendo alcançado o quinto lugar no concurso. No ano seguinte, é a vez do Festival de San Remo, na Itália, onde Françoise canta "Parla mi di te".

Em 1967 iniciou uma relação sentimental com o músico Jacques Dutronc, o seu parceiro até hoje, com o qual teve um filho, Thom, em 1973.

Em 1971 lançou o disco "La question", resultado de uma colaboração estreita com a cantora e violonista brasileira, Tuca.

Em 1988 Françoise anunciou que se retiraria do mundo da música e lança aquele que supostamente seria o seu último disco, "Décalages". Apesar da sua intenção, a retirada não se verifica e em 1993 grava um dueto com Alain Lubrano, "Si ça fait mal", uma canção sobre o vírus da sida.

Dois anos depois assina um contrato com a editora Virgin e em 1996 lança o álbum "Le danger".

Françoise Hardy regressou ao mundo dos discos em Novembro de 2004 com a edição de "Tant des belles choses", aclamado pela crítica.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Tous les garçons et les filles (1962)
  • Le premier bonheur du jour (1963)
  • Françoise Hardy canta per voi in italiano (1963)
  • Mon amie la rose (1964)
  • L'amitié (1965)
  • Françoise Hardy in Germany (1965)
  • La maison ou j'ai grandi (1966)
  • Françoise Hardy in English (1966)
  • Ma jeunesse fout le camp... (1967)
  • Comment te dire adieu ? (1968)
  • Francoise Hardy en anglais (1969)
  • Soleil (1970)
  • One-Nine-Seven-Zero (1970)
  • Träume (1971)
  • La question (1971)
  • Message personnel (1973)
  • Entr'acte (1974)
  • Star (1977)
  • Musique saoule (1978)
  • Gin Tonic (1980)
  • A suivre (1981)
  • Quelqu'un qui s'en va (1982)
  • Décalages (1988)
  • Le danger (1996)
  • Clair-obscur (2000)
  • Tant de belles choses (2004)
  • Parenthèses... (2006)
  • La pluie sans parapluie (2010)
  • L'amour fou (2012)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]