Grito de guerra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Monte Joye Saint Denys - grito de guerra dos Reis de França, presente nas armas reais de França e Navarra

Um grito de guerra ou grito de armas é, normalmente, uma palavra ou frase simples, de uma entidade, para juntar ou incentivar ao combate ou à acção, os seus membros ou seguidores.

Na heráldica o grito de guerra é colocado, normalmente, num listel sobre o brasão.

Gritos de guerra históricos[editar | editar código-fonte]

  • Nobiscum Deus ! ("Deus connosco" em Latim) - utilizado pelos exércitos dos impérios Romano e Bizantino, depois da adopção da religião Cristã;
  • Allahu Akbar ! ("Deus é grande" em Árabe) - utilizado pelos guerreiros muçulmanos;
  • Caelum Denique ! ("Finalmente o Céu" em Latim) - utilizado pelos cruzados na terra Santa;
  • Dieu le veut ! ("Deus o quer" em Francês) - utilizado pelos cruzados franceses;
  • Sant'Iago ! - usado pelos guerreiros cristãos, na reconquista da Península Ibérica aos mouros, evocando o seu santo patrono;
  • Montjoie Saint Denis ! ("Alegria por São Dinis" em Francês) - usado pelos exércitos reais franceses, evocando o santo patrono da França;
  • Portugal e São Jorge ! - usado pelas tropas portuguesas a partir do século XV, evocando o santo patrono de Portugal;
  • Desperta ferro ! - usado pelos Almogávares (tropas ligeiras ao serviço da Coroa de Aragão, durante a reconquista) e, depois, adoptada pelos páraquedistas do Exército Espanhol;
  • ¡ Tierra y Libertad ! ("Terra e Liberdade" em Espanhol) - usado pelos revolucionários mexicanos de Emiliano Zapata;
  • Hurra ! (dervivado do verbo "matar" em língua turca) - usada pelo Exército Britânico, pelo Exército Russo e copiada, depois, por exércitos e unidades miliares de outros países;
  • Remember the Alamo ! ("Lembrem-se do Álamo" em Inglês) - usada pelos rebeldes texanos na batalha de San Jacinto;
  • Banzai ! ("Dez mil anos" em Japonês) - usada pelos pilotos kamikaze japoneses, durante a Segunda Guerra Mundial;
  • Sieg heil ! ("Salve a vitória" em Alemão) - usado pelas tropas alemãs, durante o Terceiro Reich;
  • Senta a pua! - usado pelo 1º Grupo de Aviação de Caça da Força Aérea Brasileira, tendo suas origens na Segunda Guerra Mundial.
  • Wahoo Mohammed ! - usado pelo Regimento de Páraquedistas do Exército Britânico, desde a Segunda Guerra Mundial;
  • Za Stalina ! ("Por Estaline" em Russo) - usado pelas tropas soviéticas durante a Segunda Guerra Mundial;
  • Geronimo ! - usado pelas tropas páraquedistas do Exército dos EUA
  • Kadima ! ("Avante" em Hebraico) - usado pelo Exército Israelita;
  • Que nunca por vencidos se conheçam! - usado pelos paraquedistas portugueses da Escola de Tropas Aerotransportadas;
  • Mama Sumé ! ("Aqui estamos, prontos para o sacrifício" em língua Bantu do sul de Angola) - usado pelos Comandos do Exército Português, desde a Guerra do Ultramar.