Jambo-vermelho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaJambo-vermelho
Flores de jambeiro-vermelho

Flores de jambeiro-vermelho
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Myrtales
Família: Myrtaceae
Género: Syzygium
Espécie: S. malaccense
Nome binomial
Syzygium malaccense
(L.) Merr. & L.M. Perry.

Syzygium malaccense L.O (antigamente, Eugenia malaccensis), popularmente conhecido como jambeiro, jambo-rosa e jambo-vermelho, é uma espécie da família Myrtaceae,[1] a qual também inclui espécies como a goiabeira, a pitangueira, o jamelão, a jabuticaba e o eucalipto. O seu fruto, chamado jambo, é uma drupa piriforme (em forma de pera), com casca com cor variando de vermelho a roxo, polpa consistente e branca, adocicada e levemente ácida, e uma semente de formato esférico, ou duas hemisféricas,[2] no seu interior. As folhas são grandes, compridas e brilhantes. As flores são vermelhas e com numerosos estames.[3]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Jambo" é originário do termo sânscrito jambu.[3]

Origem[editar | editar código-fonte]

A espécie é nativa de alguma região entre o continente asiático e a Melanésia.[4] Foi introduzida na África e nas Américas.[2] No Brasil, cresce no Norte, no Nordeste e nas regiões quentes do Sudeste.[5]

Características nutricionais do fruto[editar | editar código-fonte]

O jambo é uma boa fonte de nutrientes. A polpa contém 28% [6] ou 85% [7] de umidade, segundo as fontes, e 56 calorias por 100 g.[8] A casca é rica em fibras (9%), vitamina C (293 mg por 100 g) e antocianinas (301 mg por 100 g).[7]

Paisagismo[editar | editar código-fonte]

A árvore é aproveitada em parques e jardins e gosta do pleno sol.[9]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Jambo-vermelho
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Jambo-vermelho

Referências

  1. Syzygium malaccense (em inglês) Germplasm Resources Information Network. Visitado em 13 de janeiro de 2013.
  2. a b Morton, Julia F. (1987). Malay Apple (em inglês) Fruits of warm climates 378–381 pp.. Visitado em 13 de janeiro de 2013.
  3. a b FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 981.
  4. Whistler, W. Arthur; Craig R. Elevitch (abril 2006). Syzygium malaccense (Malay apple) (em inglês) Species Profiles for Pacific Island Agroforestry Traditional Tree Initiative. Visitado em 13 de janeiro de 2013.
  5. Almeida, Eduardo José; Eliana Mayra Torrecillas Scalopii, Natanael de Jesus, Antonio Baldo Geraldo Martins. (janeiro-março 2008). "Propagação de jambeiro vermelho (Syzygium malaccense L.) por estaquia de ramos herbáceos". Biosci. J. 24 (1): 39-45. Visitado em 13 de janeiro de 2013.
  6. Juliano. Fruta - jambo-vermelho O Poder das Frutas. Visitado em 20 de janeiro de 2013.
  7. a b Augusta, Ivanilda Maria; Josane Maria Resende, Soraia Vilela Borges, Maria Cristina Antun Maia, Maria Antonieta Peixoto Gimenes Couto. (outubro-dezembro 2010). "Caracterização física e química da casca e polpa de jambo vermelho". Ciência e tecnologia de alimentos 30 (4): 928-932. Visitado em 13 de janeiro de 2013.
  8. Paula Louredo Moraes. Jambo-vermelho Mundo Educação. Visitado em 20 de janeiro de 2013.
  9. Syzygium malaccense PaisagismoDigital. Visitado em 13 de janeiro de 2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre rosídeas, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete jambo-vermelho.