Joseph Arthur Ankrah

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joseph Arthur Ankrah
Presidente do Gana
Período de governo 24 de Fevereiro de 1966 - 2 de Abril de 1969
Antecessor(a) Kwame Nkrumah
Sucessor(a) Akwasi Afrifa
Vida
Nascimento 18 de Agosto de 1915
Accra, Gana
Morte 25 de Novembro de 1992
Accra, Gana
Dados pessoais
Primeira-dama Mildred Christina Akosiwor Fugar
Partido nenhum (militar)
Profissão militar (general)

O tenente-general Joseph Arthur Ankrah (18 de agosto de 191525 de novembro de 1992) foi o primeiro comandante do exército de Gana e, de 1966 a 1969 foi o segundo chefe de estado de seu país.

Juventude[editar | editar código-fonte]

Ankrah nasceu a 18 de agosto de 1915 em Accra, filho de Samuel Paul Cofie Ankrah e de Beatrice Abashie Quaynor, comerciante, ambos da etnia Ga.[1] Ankrah iniciou seus estudos em 1921 na Escola Metodista Wesleyana em Accra, onde seu apelido era 'Ankrah Patapaa' por sua "força de argumentação e sempre mostrar liderança entre seus pares".[1] Em 1932, ele entrou na Academia de Gana, uma das escolas secundárias de seu país, onde le se tornou um bom jogador de futebol.[1] Ele obteve seu certificado sênior na escola Cambridge em 1937.[2] Em seguida ele ingressou no serviço civil de Gana.[1]

Carreira militar[editar | editar código-fonte]

Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, Ankrah foi mobilizado para a Royal West African Frontier Force.[2] Quando sua brigada estava na África Oriental em 1940, ele foi transferido para Accra com o posto de oficial de almoxarifado Classe II e transformado no segundo na hierarquia de commando.[1] Em Outubro de 1946, ele foi para a Unidade de Treinamento de Cadetes no Reino Unido, e se graduou em Fevereiro de 1947 como o primeiro oficial africano da Costa do Ouro no exército de seu país.[1] Ele atingiu o posto de tenente em 1947[2] e se tornou o primeiro comandante de campo africano no quartel-general do exército.[1] Ele tornou-se posteriormente o primeiro ganês a ser instrutor chefe da unidade de educação.[1] Foi promovido a major em 1956 e se tornou o primeiro africano a comandar uma unidade composta apenas por africanos, a Companhia Charlie do primeiro batalhão em Tamale, Gana. Posteriormente tornou-se tenente-coronel e comandou todo o batalhão. [1] Ele atingiu o posto de coronel por volta de 1960, numa época em que poucos oficiais ganeses tinham atingido aquele posto.[2] Durante a operação das Nações Unidas no Congo, ele foi o comandante de brigade da força baseada em Luluaburg, Kasai, na atual República Democrática do Congo. Ele foi o único ganês que recebeu a Cruz Militar em Leopoldville por feitos notáveis no Congo, em 1961.[1] .

Após sua experiência no Congo, ele foi rapidamente promovido a general-de-brigada e depois a major-general[2] tornando-se o primeiro ganês comandante do exército em 1961, e posteriormente chefe do escritório de defesa.[2] Ele foi afastado do exército de Gana em 1965[3] sob a suspeita de planejar um golpe de estado.[1]

Política[editar | editar código-fonte]

Ankrah tornou-se diretor do National Investment Bank após deixar o exército. Ele entretanto tornou-se chefe de estado e líder do Conselho de Libertação Nacional (NLC) após o golpe de 24 de Fevereiro de 1966.[3] Em Janeiro de 1967, ele serviu de mediador entre as facções em conflito na guerra civil da Nigérian em Biafra.[4] [5] [6] Ele foi forçado a renunciar à liderança do NLC e à chefia de estado devido a um escândalo de suborno envolvendo um empresário nigeriano.[2] [7]

Família[editar | editar código-fonte]

Em 1965 ele casou-se com sua terceira esposa, Mildred Christina Akosiwor Fugar (1938 - 2005), em Accra.[8]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d e f g h i j k Ex-líderes - Perfil:Ten. General Joeseph Arthur Ankrah Official Website do castelo de Osu, sede do governo de Gana governo de Gana. Visitado em 2007-03-21.
  2. a b c d e f g Lt. General Joseph A. Ankrah Ghanaweb.com – Ganeses famosos:chefes de estado página de Gana. Visitado em 2007-03-21.
  3. a b Jon Kraus (April 1966). Gana sem Nkrumah – Os homens em julgamento Africa Report Koranteng Ofosu-Amaah. Visitado em 2007-03-21.
  4. Donita Brown. Nigeria-Biafra Civil War - Aburi Accord, Ghana –Transcrição das gravações do encontro de Aburi, 5-7 de Janeiro de 1967 Guerra Civil Nigéria-Biafra Philip Emeagwali. Visitado em 2007-03-21.
  5. Kirk-Greene, A. H. M.. Crisis and Conflict in Nigeria January 1966-July 1967 (Vol. 1). London: Oxford University Press, 1971. Visitado em 21 de março de 2007.
  6. Max Siollun. ON ABURI WE STAND: NO NEED FOR A SOVEREIGN NATIONAL CONFERENCE Niger Delta Congress. Visitado em 2007.
  7. Our Leaders-LT. GENERAL JOSEPH A. ANKRAH Official Website for the 50th Independence Anniversary Celebrations of Ghana Ghana Government-(Ghana@50). Visitado em 2007-03-21.
  8. Wives of Military Rulers GHANA, 50YRS OF NATIONHOOD Graphic Communications Group Limited (28 de fevereiro de 2007). Visitado em 2007-03-21.