Knight Rider

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Televisão.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde abril de 2010.

Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2009)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Knight Rider
O Justiceiro (PT)
A Super Máquina (BR)
K.I.T.T., réplica do carro utilizado na série original
Informação geral
Formato Seriado
Duração 45 minutos aprox.
Criador(es) Glen A. Larson
País de origem  Estados Unidos
Idioma original inglês
Exibição
Emissora de
televisão original
Estados Unidos NBC
Transmissão original 26 de Setembro de 1982 - 8 de Agosto de 1986
N.º de temporadas 4
N.º de episódios 90
O interior de K.I.T.T. e de K.A.R.R.

Knight Rider (pt: O Justiceiro e br: A Super Máquina) foi uma série de televisão produzida por Glen A. Larson (que também fez outras séries como Galactica, Duro na Queda e Magnum) e produzida pela Universal Studios.

A série iniciou em setembro de 1982 e encerrou em maio de 1986, totalizando 4 temporadas e 90 episódios produzidos.

Sua primeira exibição no Brasil foi no SBT (na época, ainda se chamava TVS), e em Portugal, na RTP 1. Estreada por David Hasselhoff (como Michael Knight, um tipo de cavaleiro andante dos dias atuais, que dirigia um carro com avançada tecnologia e personalidade própria, adquirida a partir do desenvolvimento de uma inteligência artificial). Os episódios mostravam a luta contra o crime. "Eu queria fazer o Zorro (The Lone Ranger) com um carro" disse Larson, ou seja, um misto de ficção científica e faroeste.

A série teve imenso sucesso junto do público, muito devido ao carácter inovador de colocar um carro (Pontiac Trans Am) como personagem, dando também a conhecer ao mundo David Hasselhoff.

Knight Rider[editar | editar código-fonte]

A série inicia quando o ex-combatente do Vietnã e policial disfarçado Michael Arthur Long (Larry Anderson) está investigando um caso de espionagem industrial em Las Vegas. Ele sofre uma emboscada e é traído por sua parceira, levando um tiro no rosto que o deixa desfigurado. Resgatado pelo milionário Wilton Knight (Richard Basehart de Viagem ao Fundo do Mar), Long é levado ainda vivo à Mansão Knight, onde o melhor cirurgião plástico do país, o Dr. Ralph Wesley (Richard Anderson, conhecido como Oscar Goldman em O Homem de Seis Milhões de Dólares e A Mulher Biônica) tenta salvá-lo da morte. O diagnóstico do Dr. Wesley é simples: Long só não morreu porque tinha em sua fronte uma placa de metal (cirurgia militar feita na época de combatente), que desviou a bala que iria para a sua cabeça, saindo pelo rosto. O mesmo destino que salvou Long o condenou, pois a bala que saiu pelo rosto não deu condição a ninguém saber como ele era antes de ser baleado. Wilton decide reconstruir o rosto de Long para que ele ficasse parecido com o de seu filho renegado, dando a ele o nome de Michael Knight (David Hasselhoff de Baywatch), enquanto Michael Long é dado como morto.

A Fundação para a Lei e Governo (FLAG - Foundation for Law And Governement) trabalha para apoiar Michael, dando-lhe um novo instrumento para o combate ao crime: um carro Pontiac Trans Am construído com uma liga molecular que o torna indestrutível, a prova de fogo e balas, além de dotado do computador K.I.T.T. (Knight Industries Two Thousand ou "Indústrias Knight 2000" em português), que comanda todas as funções do carro e, inclusive, fala.

Enquanto K.I.T.T. está ainda a ser preparado nos laboratórios da Fundação Knight e Michael Knight recupera-se para voltar ao trabalho e combater o crime, Wilton Knight morre, dizendo a Michael que "um homem pode fazer a diferença". Auxiliado pelo melhor amigo de Wilton, Devon Miles (Edward Mulhare), que assumiu os negócios da Fundação, Michael começa sua jornada com seu novo carro.

Personagens[editar | editar código-fonte]

K.A.R.R.[editar | editar código-fonte]

K.I.T.T., o irmão gémeo de K.A.R.R.

Knight Automated Roving Robot (Robô Revolucionário Automático Knight em português ou apenas K.A.R.R., como fácil reconhecimento)
é o nome de um personagem ficcional na aventura série televisiva Knight Rider (O Justiceiro em Portugal e A Super Máquina no Brasil)[1] .

Sua característica principal é a luz amarela que fica passando na frente do carro, diferente da de K.I.T.T. que é vermelha (isso na série original), embora seja o mesmo carro e ambos sejam parecidos.

KARR apareceu duas vezes no seriado: a primeira foi na 1ª temporada no episódio O Irmão Gêmeo e a segunda foi na 3ª temporada no episódio KITT vs KARR.

Segundo a história conta, KARR foi o primeiro projeto de Wilton Knight para desenvolver a mesma tarefa que o KITT faz, mas por um erro durante a instalação das diretivas, o KARR teve como princípio sua autodefesa, diferente de KITT, que tem como princípio a defesa humana. Wilton não gostou do resultado e reprovou KARR, pois ele fora mal projetado em sua programação e poderia causar dano as pessoas quando ele fosse solicitado.

KARR ficou guardado no armazém das Industrias Knight até em O Irmão Gêmeo, um bando de ladrões o retirarem de lá. Já em KITT vs KARR, ele é encontrado por um casal enterrado na areia em uma praia (por que no episódio anterior KITT conseguiu que KARR caísse da ponte e explodisse) e é usado pelo casal até seu encontro final com KITT.

Knight Rider (2008)[editar | editar código-fonte]

Em A Nova Super Máquina, KARR apareceu em 2 episódios no primeiro indiretamente em Nada detem o KITT e no segundo diretamente em Retomando KARR, quando tem outro conflito com KITT e Mike.

Sequências[editar | editar código-fonte]

Knight Rider 2000[editar | editar código-fonte]

Chevrolet Bel Air de 1957

Em 1991, foi feito o filme Knight Rider 2000, onde Michael Knight voltava ao ativo após 10 anos afastado da Fundação, e instala o CPU de K.I.T.T. (que havia sido desmontado e desativado) em seu Chevy Bel Air 1957, mas o antigo chip de K.I.T.T. acabou parando na cabeça de uma policial. A Fundação prepara um novo carro, o Knight Industries Four Thousand (K.I.F.T. ou Indústrias Knight 4000, em português), que é um Pontiac Banshee vermelho ano 1988, onde posteriormente foi instalado o CPU de K.I.T.T.. Este filme passou no Brasil nos canais SBT, Universal Channel, Rede Globo e Interncine com o nome A Super Máquina 2000. Destaque para o vilão Thomas J. Watts (interpretado por Mitch Pileggi, mais conhecido e aclamado como o agente Walter Skinner em Arquivo X). Neste filme o falecido ator James Doohan, o Montgomery Scott de Jornada nas Estrelas fez uma pequena aparição no filme.

Knight Rider 2010[editar | editar código-fonte]

Em 1994 foi lançado outro filme Knight Rider 2010, que nada tinha haver com a série original, exceto o título e que um carro falava, mas não era KITT. Os fans mais "ferrenhos" da série olham para este filme como se nunca tivesse existido. Em nenhum momento é feita a referência quer à Fundação pela Lei e o Governo, a Michael Knight, a KITT, nem a nada que aparecesse na série original. Além disso levou bastantes críticas como filme de ação. Narrava a história de Jake McQueen, que procurava vingar-se do chefe de uma empresa com o nome de Chrysalid, que assassinou o seu pai e a sua namorada. Para a vingança construiu um carro dotado de gadgets, armamento e blindagem. Para além disso através de um computador conseguiu cristalizar a alma da sua namorada morta e a introduziu no seu carro. Este tem o mesmo nome que a sua namorada, ANNA, e pode falar (com a mesma voz que a sua namorada), conduzir-se sozinho, entre outras coisas. O design deste carro não agradou nada ao público, já que o filme tem um ambiente pós-apocalíptico muito ao estilo de filmes como Mad Max que é totalmente o oposto à série original.

Team Knight Rider[editar | editar código-fonte]

Finalmente, em 1997 a Universal transmitiu uma série com o nome Team Knight Rider. Mesmo que de início aparente que a história desta série é uma continuação ao filme Knight Rider 2000, na realidade é o contrário, já que esta decorre no ano 2000 e o "Team Knight Rider" uns quantos anos antes. Esta série possuía incoerências argumentais em relação ao filme. Nesta nova série tínhamos 5 protagonistas (3 homens e 2 mulheres, uma delas era a hipotética filha de Michael Knight) que conduziam 5 veículos (2 automóveis, 2 motas (uma delas com sidecar) e um monovolume). Estes carros também falam, tal como fazia KITT. Apesar das contínuas referências à série original, Team Knight Rider não conseguiu convencer ninguém embora Glen A. Larson (criador da série original) fosse o produtor executivo do Team Knight Rider. A universal acabou por transmitir só uma temporada com 22 episódios.

Knight Rider (2008)[editar | editar código-fonte]

A NBC anunciou no dia 13 de Dezembro de 2007 o lançamento do primeiro episódio da 1ª temporada da nova série no dia 17 de Fevereiro de 2008 com um novo carro (um Ford Mustang Shelby GT500KR), novos actores e uma participação especial de David Hasselhoff como Michael Knight. O primeiro episódio tem a duração de uma hora e vinte minutos. Justin Bruening é o actor principal na série como Mike Traceur, junto com Sarah Graimman (Deanna Russo).

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem Notas Dublagem Brasileira
David Hasselhoff Michael Knight Protagonista Júlio Chaves
William Daniels K.I.T.T. Voz Isaac Bardavid (Da 1ª à 3ª temporada Na 4ª temporada na primeira parte de "A Nova Aparência de KITT") e André Filho (Na 4ª temporada da segunda parte de "A Nova Aparência de KITT" em diante)
Edward Mulhare Devon Miles Chefe de Michael Knight José Santa Cruz
Patricia McPherson Drª. Bonnie Barstow 1°, 3° e 4° Temporada Fátima Mourão (1ª e 3ª temporadas) e Angela Bonatti (4ª temporada)
Rebecca Holden April Curtis 2° Temporada Juraciara Diácovo (2ª temporada)
Peter Parros Reginald Cornelius III (RC3) 4° Temporada Nizo Neto (4ª temporada)

Nota: A dublagem brasileira ficou a cargo da Herbert Richers.

Lista de Episódios[editar | editar código-fonte]

Lançamentos em DVD[editar | editar código-fonte]

Título Região 1 Região 2 Região 3
(só Taiwan)
Região 4
1ª Temporada 3 de agosto de 2004 13 de setembro de 2004 7 de abril de 2007 1 de dezembro de 2004
2ª Temporada 12 de abril de 2005 4 de julho de 2005 24 de julho de 2007 19 de setembro de 2005
3ª Temporada 31 de janeiro de 2006 26 de maio de 2006 N/A 12 de julho de 2006
4ª Temporada 4 de abril de 2006 18 de setembro de 2006 N/A 20 de setembro de 2006
A Última Coleção N/A 13 de novembro de 2006 N/A N/A

Videojogos[editar | editar código-fonte]

Nomes da série nos diversos países[editar | editar código-fonte]

Nome País
O Justiceiro Portugal
A Super Máquina Brasil
Knight Rider Alemanha / Hungria
El coche fantástico Espanha
El Auto Increíble Paraguai e México
El Auto Fantástico Restante América Latina
Supercar Itália
K 2000 França
Ritariässä Finlândia

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Knight Rider
  1. http://www.iblist.com/book10637.htm