Mangareva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Foto de Mangareva, vista a partir de Totegegie, tirada em 2006.

Mangareva é a maior e a mais central ilha do Arquipélago de Gambier (Polinésia Francesa), com uma área total de 15,4 km², correspondendo a 56% do total do arquipélago. Situada a 1.400 quilómetros a sudeste do Taiti. A sua população total é de 872 habitantes (Censo de 2002), o que traduz numa densidade populacional de 56,62 hab/km².

Geografia[editar | editar código-fonte]

Mapa de Mangareva datado de 1938.

O ponto mais alto da ilha é Monte Duff, com 441 m.[1] e o Monte Mokoto de 423 m. Toda a ilha é dotada de vegetação abundante em flores, arbustos e frutos.

A ilha de Mangareva está dividida em 7 vilarejos:

  1. Rikitea - maior vilarejo da ilha, com 511 hab.
  2. Gatavake
  3. Kirimiro
  4. Taku
  5. Akaputu
  6. Atirikigaro
  7. Atiaoa

Economia[editar | editar código-fonte]

A principal actividade económica de Mangareva é o cultivo de pérolas, como a apreciada pérola negra. A ilha é, também, a capital-administrativa da comuna de Mangareva. O seu fuso horário é de UTC-10.

O aeroporto que serve a ilha localiza-se no motu de Totegegie, utilizado pela Air Tahiti, e fica a 45 minutos de barco.

Língua[editar | editar código-fonte]

O dialecto polinésio que se fala em Mangareva é aparentado com os dialetos do arquipélago das Austrais e das ilhas Cook meridionais.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.