Martinismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O selo martinista
.

Martinismo é uma escola de pensamento místico-filosófica, derivada dos ensinamentos e escritos de Martinez de Pasqually e de Louis Claude de Saint-Martin[1] , relacionada com o cristianismo esotérico e a mística judaica. É também a designação de um rito da maçonaria.[2]

A escola de Martinez, restringiu-se à Teurgia, à prática operativa, enquanto que a escola de Louis Claude de Saint-Martin estendeu-se à chamada senda mística ou cardíaca.[3]

Papus foi o fundador do martinismo moderno. Iniciado em 1882 por Henri Delaage na Sociedade dos Filósofos Desconhecidos, ordem fundada no século XVIII por Louis Claude de Saint-Martin, fundou em 1931 a Ordre Martiniste Traditionnel, da qual derivam diversos grupos contemporâneos.[4] [5]


Notas

  1. Encyclopaedia Britannica (edição 1911) vol. XXIV. Pág. 29. Consultado em 2011-02-26. 
  2. Encyclopedia of Freemasonry (em linha). Martinism (em inglês). Página visitada em 20 de Março de 2011.
  3. WAITE, Arthur Edward. A New Encyclopedia of Freemasonry, Volume II (em inglês). Nova York: [s.n.], 1921. p. 157 e 158. ISBN 978-1-60206-643-4 Página visitada em 20 de Março de 2011.
  4. Biografia de Papus (em francês). Página visitada em 27/Fev/2011.
  5. Biografia de Papus hermanubis. Página visitada em 27/Fev/2011.
Ícone de esboço Este artigo sobre esoterismo ou ocultismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.