Milton Neves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Milton Neves
Nascimento 6 de agosto de 1951 (63 anos)
Muzambinho, Minas Gerais
 Brasil
Parentesco Roberta Peporine (nora)
Fábio Neves (filho)
Lucas Neves (filho)
Tiago Neves (filho)
Cristiana Neves (filha)
Carlos Neves (filho)
Paula Neves (filha)
Milton Neves Neto (filho)
Cônjuge Leníce Neves
Ocupação Apresentador
Radialista
Publicitário
Futebolista
Treinador
Lutador
Juiz
Dirigente
Ator
Professor
Caminhoneiro
Piloto
Maratonista
Página oficial
http://terceirotempo.bol.uol.com.br/

Milton Neves Filho (Muzambinho, 6 de agosto de 1951) é um radialista e jornalista brasileiro, especializado em esportes.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Iniciou a carreira em 1968, aos dezessete anos, como locutor na Rádio Continental em sua cidade natal. Radialista esportivo, trabalhou na Rádio Colombo em Curitiba, na Rádio Jovem Pan AM de São Paulo (onde marcou época a frente do programa Terceiro Tempo e do Plantão de Domingo) e na Rádio Oscar Monchito de Goiânia. Atualmente está na Rádio Bandeirantes AM e na BandNews FM.

No dia 14 de fevereiro de 2014, Milton Neves citou ao vivo na Band news FM, ser escrivão aposentado por Minas Gerais. Entretando segundo o blog flipparalisante, Milton Neves era reporter do detran, e em seguido tornou-se escrivão, e nunca lavrou qualquer termo policial.[2]

Desde os anos 90 dedica-se também à apresentação de debates televisivos sobre futebol, obtendo grandes audiências. Iniciou na Rede Manchete, apresentando o Canal 100, programa clássico onde mostrava o futebol sob uma ótica cinematográfica.[3] Depois, na Rede Bandeirantes, seguiu comandando os programas esportivos "Gol O Grande Momento", "Esporte Total Debate" e "Super Técnico". Em dezembro de 2001, seguiu para a Rede Record apresentando os programas "Terceiro Tempo" e "Debate Bola". Na Rede Mulher de Televisão e afiliadas apresentando o programa "Golaço".[1]

Vista do telão de Milton Neves sendo recepcionado em sua visita à cidade de Erechim.

Atualmente, após seu retorno à Rede Bandeirantes, apresenta o "Terceiro Tempo" aos domingos.[4] O programa televisivo tem o mesmo nome de seu antigo programa na Rádio Jovem Pan AM e do atual na Rádio Bandeirantes, além de de sua agência de publicidade e um sítio de Internet, pois detém o registro do nome. Durante a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, estreou um novo programa, também na área esportiva, com o nome de "Band Mania". Participaram da atração os ex-jogadores Denílson, Emerson e Vampeta.[5] O programa ganhou um espaço fixo na programação, mas sem a participação de Vampeta, impedido de participar de transmissões televisivas por ser candidato a Deputado Federal nas eleições de 2010.[carece de fontes?]

Em 31 de maio de 2005, Milton deixou a Rádio Jovem Pan após 33 anos e assinou contrato com a Rádio Bandeirantes. No dia 12 de julho do mesmo ano, ingressou na Justiça do Trabalho contra a Jovem Pan alegando horas extras e comissões não pagas. Segundo decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, ela foi obrigada a pagar 2 milhões de reais.[6]

Além de comunicador, também se tornou um empresário de sucesso. Hoje dedica grande parte do seu tempo para catalogar jogadores, cronistas e antigas pessoas ligadas ao futebol brasileiro, que já morreram ou se aposentaram e dispõe as informações e principalmente imagens históricas coletadas, na sua página oficial na internet.

É assumidamente torcedor do Atlético Mineiro, do Santos e do Esporte Clube Bahia.

Esporte[editar | editar código-fonte]

Milton Neves não foi um grande esportista, mas aos dezesseis anos, jogou no time municipal de Muzambinho. Mas, no ano seguinte, percebeu sua verdadeira vocação, iniciando na sua carreira como radialista e comentarista de esportes.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

No capítulo 115 da novela Renascer, José Inocêncio (Antônio Fagundes) durante a conversa com Padre Lívio (Jackson Costa), manda Tião Galinha(Osmar Prado) arranjar emprego em Muzambinho na Fazenda de Milton Neves.

Polêmicas[editar | editar código-fonte]

Milton Neves faz uso em seus comentários e trabalhos diversos, de sua grande memória e amplos conhecimentos históricos sobre o futebol brasileiro. Como apresentador de TV e rádio, mantém um estilo provocativo e humor agressivo, sendo constantemente alvo de duras críticas por impor sua visão pessoal e comercial acima da imparcialidade de um profissional. Já teve vários entreveros com futebolistas e jornalistas (Roberto Avallone,[7] Jorge Kajuru,[8] José Trajano[9] e Juca Kfouri[10] ) e com companheiros de trabalho como Roberto Justus, sendo que muitos dos quais foram parar nos tribunais brasileiros.[11]

Um de seus atritos mais polêmicos contra um colega de profissão, foi uma suposta agressão física contra o locutor Silvio Luiz, que acusou Milton Neves de tê-lo chutado após o programa de Raul Gil.[12] O motivo, segundo o locutor, foi porque no quadro "Para quem você tira o chapéu", Silvio Luiz afirmara que não "tiraria o chapéu" para Milton Neves. O técnico e ex-jogador Emerson Leão proferiu ofensas e ameaçou Milton Neves durante um programa de rádio, e ainda desafiou Milton Neves a fazer o mesmo que ele fez com Silvio Luiz.[13]


Referências

  1. a b Milton Neves - Biografia. http://terceirotempo.bol.uol.com.br.+Página visitada em 23-Agosto-2010.
  2. http://flitparalisante.wordpress.com/2010/01/27/o-escrivao-aposentado-milton-neves-filho-nunca-respondeu-a-qualquer-processo-administrativo-ou-sindicancia-faltou-o-complemento-e-nunca-lavrou-quaisquer-termos-policiais/
  3. Milton Neves - Colunas - Milton Neves - A TV da Copa e o Canal 100. terceirotempo.ig.com.br. Página visitada em 23-Agosto-2010.
  4. eBand. www.band.com.br. Página visitada em 23-Agosto-2010.
  5. eBand. www.band.com.br. Página visitada em 23-Agosto-2010.
  6. Conjur - Jovem Pan terá de pagar R$ 2 milhões a Milton Neves (pág. 1 de 10). www.conjur.com.br. Página visitada em 23-Agosto-2010.
  7. Quais foram as 10 maiores mancadas da TV brasileira? - Mundo Estranho. mundoestranho.abril.com.br. Página visitada em 23-Agosto-2010.
  8. Conjur - Kajuru é condenado por difamar Milton Neves, da Record.. www.conjur.com.br. Página visitada em 23-Agosto-2010.
  9. Portal IMPRENSA - Tribunal de Justiça livra José Trajano de indenizar Milton Neves. portalimprensa.uol.com.br. Página visitada em 23-Agosto-2010.
  10. Portal IMPRENSA - Milton Neves é condenado a indenizar Juca Kfouri por danos morais. portalimprensa.uol.com.br. Página visitada em 23-Agosto-2010.
  11. Folha Online - Ilustrada - Milton Neves acusa Roberto Justus de fraude, informa Outro Canal - 19/02/2009. www1.folha.uol.com.br. Página visitada em 23-Agosto-2010.
  12. Processo de Milton Neves contra Silvio Luiz é extinto por prescrição - Última Instância. ultimainstancia.uol.com.br. Página visitada em 23-Agosto-2010.
  13. Leão desafia Milton Neves - Escuta isso!. www.escutaisso.com.br. Página visitada em 23-Agosto-2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Milton Neves