Molniya (foguete espacial)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Molniya (8K74)[1]
Motor do bloco principal dos foguetes Molniya
Motor do bloco principal dos foguetes Molniya
Função Veículo de lançamento orbital
Fabricante TsSKB-Progress
País de origem União Soviética/Rússia
Tamanho
Altura 40 m
Diâmetro 2,99 m
Massa 305 460 kg
Estágios 4
Estado Aposentado
Locais de lançamento Cosmódromos de Baikonur e Plesetsk
Lançamentos totais 295[2]
Sucessos 275
Falhanços 20
Voo inaugural 19 de fevereiro de 1964
Last flight 30 de setembro de 2010
Primeiro estágio - Molniya 8K78M-0
altura 19,2 m
Diâmetro 2,68 m
Massa (abastecido) 43,3 t
Motores 4x RD-107-8D728
Empuxo 995 300 kN
Impulso específico 314 s
Tempo de combustão 119 s
Combustível LOX/RP-1
Segundo estágio - Molniya 8K78M-1
altura 28 m
Diâmetro 2,99 m
Massa à seco 6,798 t
Massa (abastecido) 100 600 t
Motores 1 RD-108-8D727
Empuxo 976 700 kN
Impulso específico 315 s
Tempo de combustão 291 s
Combustível LOX/RP-1
Terceiro estágio - Molniya 8K78M-2
altura 2,84 m
Diâmetro 2,56 m
Massa (abastecido) 24,8 t
Motores 1 RD-0110
Empuxo 298 100 kN (vácuo)
Impulso específico 330 s
Tempo de combustão 241 s
Combustível LOX/RP-1
Quarto estágio - Molnija 8K78M-3
altura 3,2 m
Diâmetro 2,4 m
Massa à seco 1,160 t
Massa (abastecido) 6,660 t
Motores 1 S1.5400A
Empuxo 66 600 kN
Impulso específico 340 s
Tempo de combustão 250 s
Combustível LOX/RP-1

Molniya (transliteração do russo Молния Loudspeaker.svg? [pronúncia] - relâmpago) é um foguete de quatro estágios soviético, atualmente russo.

Trata-se de uma modificação do míssil balístico intercontinental R-7 Semyorka, melhor conhecido no ocidente através da designação da OTAN, SS-6 Sapwood, projetada para o lançamento de satélites em órbitas de grande altitude e de sondas espaciais. Este foguete existiu em duas versões principais, a Molniya, e a Molniya-M.[3] [4]

Versões[editar | editar código-fonte]

O foguete Molniya-8K78M.

As versões principais deste foguete eram essencialmente duas. A primeira, Molnyia, foi utilizada no lançamento da maioria das sondas espaciais soviéticas destinadas à exploração da Lua, de Marte e de Vênus de 1960 a 1965. A segunda, Molniya-M, foi lançada pela primeira vez em 1964, tendo sido utilizada até 2010, quando os foguetes espaciais Molniya foram definitivamente aposentados.

Molniya[editar | editar código-fonte]

Trata-se da primeira versão, construída de acordo com o projeto original de quatro estágios, bem como na "variante Soyuz", de apenas três estágios.

  • Molniya 8K74 - versão de quatro estágios, cujos dados técnicos correspondem aos da tabela ao lado, foi projetada para lançar as sondas espaciais dos programas Luna, Marte e Vênera, além dos satélites de comunicacão militares Molnyia. Eram foguetes de 40 m de altura e 305 t de peso. A capacidade de carga era de 900 kg. O primeiro lançamento foi realizado em 10 de outubro de 1960, e o último em 3 de dezembro de 1965, dos quais 11, de um total de 20, falharam (taxa de sucesso: 45%). O custo estimado de um único lançamento, em 1985, girava em torno de 35 milhões de dólares.
  • Molniya 8K78/E6 – versão modifcada para o lançamento das sondas lunares E-6. Tratava-se de um foguete de três estágios com 44,4 m de altura e 306 t de peso. O primeiro lançamento ocorreu em 4 de janeiro de 1963, e o último, em 12 de março de 1965. De um total de 4 lançamentos, apenas um sucedeu (taxa de sucesso: 25%).
  • Molniya 8K78L – versão cujo desenvolvimento foi levado adiante com o objetivo de permitir missões tripuladas de ida e volta à Lua. O projeto preliminar foi completado em 8 de julho de 1962, mas nunca foi terminado, por que excedia os recursos disponíveis aos soviéticos na época. A capacidade de carga prevista era de t.

Molniya-M[editar | editar código-fonte]

Esta é a versão dos foguetes Molnyia que foi empregada mais vezes. A versão básica '8K78M foi modificada em três variantes, que diferenciam-se de acordo com a carga a ser transportada.

  • Molniya 8K78M - primeira variante da Molniya-M. O primeiro lançamento ocorreu em 19 de Fevereiro de 1964 e o último, em 30 de Setembro de 2010.[3] De um total de 295 voos, apenas 20 falharam, o que equivale à uma taxa de sucesso de 93,5%.[2] O custo estimado de um lançamento, em 1994, era de US$ 25 milhões;[1]
  • Molniya 8K78M 2BL – esta variante utilizava um estágio superior do tipo Block-2BL e destinava-se ao lançamento de satélites militares Oko.[5] Era um foguete de três estágios, com 43,3 m de altura, capaz de inserir uma carga de até 2 000 kg em uma órbita com um apogeu de 38 000 km;
  • Molniya 8K78M ML – equipada com um estágio superior do tipo Block-2ML, destinava-se ao lançamento de satélites de comunicação de até 2 000 kg em uma órbita com um apogeu de 38 500 km;
  • Molniya 8K78M SOL – esta variante, equipada com um estágio superior do tipo Block SO-L era capaz de inserir satélites do tipo Prognoz em uma órbita com um apogeu de 200 000 km. A capacidade de carga desta variante era de 2 000 kg e o apogeu máximo de 400 000 km.

Referências

  1. a b Molniya 8K78 (em inglês) Encyclopedia Astronautica (2012). Página visitada em 30 de dezembro de 2012.
  2. a b Pillet, Nicolas (2012). Les lancements Molnia-M (8K78M) (em francês) KOSMONAVTIKA. Página visitada em 12 de maio de 2012.
  3. a b Chabot, Alain (20 de maio de 2011). Molniya rocket (em inglês) Russian Space Web - News & History of Astronautics in the Former USSR. Página visitada em 05 de maio de 2012.
  4. RSC "Energia" - Launch Vehicle Molniya (em inglês) S.P. KOROLEV ROCKET AND SPACE CORPORATION «ENERGIA» (2012). Página visitada em 05 de maio de 2012.
  5. Oko (em inglês) Encyclopedia Astronautica (2012). Página visitada em 27 de maio de 2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre foguetes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.