Narizinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde outubro de 2012)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Lúcia Encerrabodes de Oliveira
Morada Sítio do Picapau Amarelo
Idade 8 Anos (no primeiro volume tinha 7 anos)
Espécie Humano
Família Encerrabodes de Oliveira
Criado por Monteiro Lobato
Gênero(s) Feminino
Primeira aparição A Menina do Narizinho Arrebitado
Última aparição Histórias Diversas
Interpretado por Larissa Manoela (atualmente)
Projecto Literatura  · Portal Literatura

Narizinho, ou Lúcia Encerrabodes de Oliveira, é uma personagem da obra Sítio do Picapau Amarelo de Monteiro Lobato. Chama-se Lúcia, mas é conhecida mesmo como Narizinho, que ganhou por ter nariz arrebitado. Adora comer jabuticaba do pé, inventar reinações e conversar com Emília, sua melhor amiga e grande companheira.

O primeiro livro em que Narizinho aparece é A Menina do Narizinho Arrebitado, mais tarde transformado no primeiro capítulo de "Reinações de Narizinho", obra que reúne várias histórias que já foram publicadas do autor.

Segundo Reinações de Narizinho, a menina "...tem oito anos. Narizinho é dona de Emília, a boneca falante, e também tem um primo que mora na cidade, o Pedrinho que vem passar as férias no sítio da avó de ambos os primos. Ela é a protagonista das primeiras histórias da série do Sítio do Picapau Amarelo, papel que, ao longo das histórias, divide com Emília e Pedrinho, que juntos fazem grandes planos, travessuras e brincadeiras.

Em Reinações de Narizinho, a personagem título se casa com o Príncipe Escamado, se tornando Princesa do Reino das Águas Claras.

Adora comer jabuticabas no pé,inventar reinações e conversar com Emília,sua melhor e grande amiga.Ela adora pipoca e já sabe fazer os bolinhos de polvilho da Tia Nastácia.

Na televisão[editar | editar código-fonte]

Nas versões televisivas da obra infanto-juvenil de Monteiro Lobato, Narizinho foi interpretada por várias atrizes, entre elas: Leny Vieira e Lidia Rosemberg na TV Tupi em 1951, Edi Cerri na TV Cultura em 1964, e Silvinha Lanes na Rede Bandeirantes em 1967. Depois nas adapatações da Rede Globo, a personagem foi vivida por Rosana Garcia do ano de 1977 até o ano de 1980, e depois por Daniele Rodrigues em 1981 e 1982, Izabella Bicalho em 1983 e 1984, e depois por Gabriela Senra de 1985 e 1986. Mais tarde, em outra adapatação da TV Globo, Narizinho passou a ser vivida por Lara Rodrigues de 2001 até 2003 , e por Caroline Molinari em 2004 e 2005, e logo após por Amanda Diniz em 2006 e Rachel de Queiroz em 2007. Atualmente Letícia Bottega a interpreta no teatro, e Larissa Manoela dubla sua voz no desenho animado do sítio.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Lobato arte.jpg Este artigo é somente um esboço sobre a obra de Monteiro Lobato. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.