Nervo facial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde setembro de 2013)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.


Nervo: Nervo da lingua
Gray789.png
A trajetória e as conexões do nervo facial no osso temporal.
Gray790.png
Os nervos do couro cabeludo, face e lado do pescoço.
Latim nervus facialis
Gray's subject #202 901
MeSH Facial+Nerve

O nervo facial constitui, com o homólogo contralateral, o sétimo (VII) par de nervos cranianos. É constituido por uma raiz motora (nervo facial propriamente dito) e uma raiz sensitiva (nervo intermédio).

Ele controla os músculos da expressão facial, e a sensação gustativa dos dois terços anteriores da língua. Também é responsável por levar as fíbras parassimpáticas para as glândulas submandibular e sublingual, através do nervo corda do tímpano e do gânglio submandibular; e também das glândulas lacrimais através do gânglio esfenopalatino.

O nervo facial penetra no meato acústico interno, em seu interior o nervo intermédio se junta com o facial propriamente dito formando um tronco nervoso único. O nervo facial encurva-se em sua trajetória formando o joelho do nervo facial, onde haverá um gânglio sensitivo ( gânglio geniculado). Seguindo em sua trajetória, o nervo realiza nova curvatura para baixo, assim saindo do crânio pelo forame estilomastóideo.

Após emergir do crânio ele dá um ramo para o ventre posterior do músculo digástrico, além de outro para o músculo estilo-hióideo. Continua em trajeto descendente, dando o nervo auricular posterior, que continua com a artéria homônima para a região posterior da cabeça, inervando o ventre occipital do músculo occipitofrontal. Termina se dividindo nos troncos temporofacial e cervicofacial. O tronco temporofacial se divide em ramos temporais e zigomáticos. O tronco cervicofacial se divide em ramos bucal, marginal da mandíbula e cervical. Todos os cinco ramos terminais inervam a musculatura da expressão facial.

Já as fibras aferentes do nervo intermédio que sairam do gânglio geniculado irão seguir para o nervo corda do tímpano onde irão receber impulsos gustativos dos 2/3 anteriores da língua.

Referência bibliográfica[editar | editar código-fonte]

1. Machado, Angelo. Neuroanatomia Funcional. 2.ª edição. São Paulo: Editora Atheneu. 2000.


Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.