Partisan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde agosto de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Partisans (guerrilheiros) soviéticos na Bielorrússia, 1943.

Partisan é um membro de uma tropa irregular formada para se opor à ocupação e ao controle estrangeiro de uma determinada área.

Partisan francês (1944).

Os partisans operavam atrás das linhas inimigas. Tinham por objetivo atrapalhar a comunicação, roubar cargas e executar tarefas de sabotagem.

O termo ficou conhecido durante a Segunda Guerra Mundial para se referir a determinados movimentos de resistência à dominação alemã, principalmente no Leste Europeu.

Na Iugoslávia, o movimento partisan, liderado pelo guerrilheiro comunista Josip Broz Tito, foi responsável por quase toda a resistência contra o Eixo e ainda teve de lutar contra os católicos fascistas da Ustaše, aliados de Hitler. Posteriormente, Tito tornar-se-ia o presidente do país unificado.

"Partisan" é também um livro do poeta Daniel Perico Graciano e "Partisan, uma Carta aos Irmãos Trabalhadores" um livro do sociólogo Edécio Daólio Júnior.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.