Poetic Justice

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Poetic Justice
Fugir do Bairro (PT)
Sem Medo no Coração (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
1993 • cor • 109 min 
Direção John Singleton
Produção John Singleton
Steve Nicolaides
Dwight Alanzo Williams
Roteiro John Singleton
Elenco Janet Jackson
Tupac Shakur
Regina King
Joe Torry
Tyra Ferrell
Gênero Drama romântico
Idioma Inglês
Música Stanley Clarke
Cinematografia Peter Lyons Collister
Edição Bruce Cannon
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Estados Unidos 23 de julho de 1993
Orçamento US$14,000,000
Receita US$27,515,786
Página no IMDb (em inglês)

Poetic Justice (br: Sem Medo no Coração / pt: Fugir do Bairro) é um filme norte-americano de 1993, do gênero drama romântico, escrito e dirigido por John Singleton e estrelado por Janet Jackson e Tupac Shakur com Regina King e Joe Torry.

O nome do filme é Poetic Justice (em português, "Justiça Poética") pois a personagem principal, Justice, escreve lindos poemas, os quais ela recita durante o filme. Na realidade, os poemas foram escritos por Maya Angelou, que apareceu no filme uma das três irmãs, Maio, Junho e Abril (também chamadas de "Irmãs do Calendário"). No filme, também aparecem os The Last Poets, um grupo de poetas e cantores.

O filme alcançou a posição #1 em arrecadação na primeira semana; arrecadou $$11.728.455 de dólares no final de semana de abertura. No total, foram arrecadados $$27,515,786.

Janet Jackson foi nomeada para o Oscar e Globo de Ouro de melhor canção original, com a canção da primeira posição na Billboard Hot 100, "Again".

Mais tarde, foi referenciado no single "Poetic Justice" de Kendrick Lamar e Drake, que foi intitulado depois e baseado no filme. A canção teve amostradas da canção de Jackson "Any Time, Any Place" e se tornou um top 10 hit em 2013.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Justice é uma jovem mulher que mora em South Central, em Los Angeles. Seu nome é Justice (em português: Justiça) graças a sua mãe, que deu à luz a filha enquanto estudava Direito. Após a morte de seu namorado, ela fica profundamente depressiva. Depois de um tempo, ela conhece o balconista do correio, pai solteiro, chamado Lucky (Tupac Shakur), o qual embarca com ela numa viagem para Oakland, com Iesha e o namorado dela, Chicago.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Em 23 de julho de 2013 John Singleton falou com o escritor Lathleen Ade-Brown para a revista Essence e discutido o 20 º aniversário do filme. A entrevista mencionou que em 1993 leva negras eram raros e ele queria dar uma voz a jovens mulheres afro-americanas. Ele também revelou que teve a idéia para Janet Jackson a usar as tranças agora icônicas: "Essa foi uma colaboração entre mim, Janet, [coreógrafa de dança] Fatima Robinson e uma dançarina chamada Josie Harris. Josie tinha as tranças no vídeo de Michael Jackson "Remember the Time", que eu dirigi. Eu trouxe ela e Fátima e um par de outros dançarinos mais para sair com Janet e todos eles se tornaram amigos. Eu disse: " por que não tentar fazer o cabelo de Janet como o cabelo de Josie? "Temos o penteado de Harlem e só colocá-lo em um filme da Costa Oeste".[1]

Jada Pinkett Smith, Lisa Bonet, Monica Calhoun e muitas outras atrizes populares fizerma testes para o papel de Justice, embora Singleton sabia desde o projecto do script que o papel foi destinada exclusivamente para Janet Jackson.[1]

Resposta[editar | editar código-fonte]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

De acordo com a Box Office Mojo, Poetic Justice fez $27,515,786 na bilheteria doméstica tendo um orçamento de $14,000,000. Para sua semana de estreia abriu em #1 com mais de $11,000,000 em vendas de ingressos.[2] [3] [4] É classificado em #20 para aberturas do ano de 1993 e #21 para maiores filmes R-rated de 1993.

Resposta da crítica[editar | editar código-fonte]

Poetic Justice recebeu comentários mistos para negativos de críticos. A maioria dos críticos compararam com o filme aclamado pela crítica, também por Singleton, Boyz N the Hood:

  • Roger Ebert: "...Boyz N the Hood foi um dos filmes mais poderosos e influentes de seu tempo, em 1991. "Poetic Justice" não é seu igual, mas não aspira a ser; é, um gentil filme mais suave, mais um romance do que um comentário sobre as condições sociais." Ele também declarou, "... Poetic Justice desenrola como um filme de estrada desde o início dos anos 1970, em que os personagens são introduzidos e, em seguida, partem em uma viagem que se torna uma viagem de descoberta. Até o final do filme, Justice terá aprendido a confiar e amar de novo, e Shakur terá aprendido como ouvir uma mulher. E todos os personagens - que de uma forma ou de outra, as famílias lhes faltam - vai começar a ter um sentimento maior para a família Africano/Americano a que pertencem. A cena em que ocorre é uma das melhores do filme."[5]
  • Variety declarou: "Embora com o objetivo de criar uma sensação para a localidade, Singleton perde periodicamente vista das audiências não familiarizados com a linguagem colorida. Poetic Justice tem muito a elogiar, mas a disciplina não está no topo da lista. A falha será um grande obstáculo para grande apelo, e as perspectivas no exterior parecem particularmente remoto."[6]

O filme detém atualmente uma classificação de 31% no Rotten Tomatoes baseado em 16 opiniões.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Oscar

Golden Globe Awards

Framboesa de Ouro

  • Pior Atriz - Janet Jackson - Nomeada
  • Pior Nova Estrela - Janet Jackson - Venceu

MTV Movie Awards

  • Melhor Atriz - Janet Jackson - Venceu
  • Mulher Mais Desejável - Janet Jackson - Won

[7]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

O álbum da trilha sonora foi lançada em 29 de junho de 1993.[8]

  1. "Get It Up" – 4:25 (TLC)
  2. "Indo Smoke" – 5:24 (Mista Grimm, Warren G and Nate Dogg)
  3. "One in a Million" – 4:05 (Pete Rock & CL Smooth)
  4. "Poor Man's Poetry" – 3:00 (Naughty by Nature)
  5. "Definition of a Thug Nigga" – 4:10 (2Pac)
  6. "Cash in My Hands" – 3:53 (Nice & Smooth)
  7. "I Wanna Be Your Man" – 3:55 (Chaka Demus & Pliers)
  8. "Niggas Don't Give a Fuck" – 4:41 (Tha Dogg Pound)
  9. "Well Alright" – 4:00 (Babyface)
  10. "Waiting for You" – 5:15 (Tony! Toni! Toné!)
  11. "Call Me a Mack" – 4:06 (Usher)
  12. "Nite & Day" – 5:04 (Cultural Revolution)
  13. "I've Been Waiting" – 4:20 (Terri & Monica)
  14. "Never Dreamed You'd Leave in Summer" – 2:55 (Stevie Wonder)
  15. "Justice's Groove" – 4:35 (Stanley Clarke)

Referências

  1. a b Ade-Brown, Lathleen (23). EXCLUSIVE: John Singleton on the 20th Anniversary of 'Poetic Justice,' Working with Janet Jackson and Tupac Essence. Visitado em 26 July 2013.
  2. Fox, David J.. "Weekend Box Office : 'Poetic' Finds Its Place in Line", The Los Angeles Times, 1993-07-27. Página visitada em 2011-01-12.
  3. Fox, David J.. "'Sun' Rises Over 'Justice'", The Los Angeles Times, 1993-08-02. Página visitada em 2010-10-02.
  4. Fox, David J.. "Poetic' Finds Justice at Box Office", The Los Angeles Times, 1993-07-26. Página visitada em 2010-10-26.
  5. "Poetic Justice", Chicago Sun Times. Página visitada em 2010-12-16.
  6. Klady, Leonard. "Poetic Justice", Variety, 1993-07-19. Página visitada em 2010-12-16.
  7. List of awards and nominations received by Janet Jackson - Wikipedia, the free encyclopedia En.wikipedia.org. Visitado em 2013-04-10.
  8. Amazon.com Amazon.com. Visitado em 2013-04-10.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]