Principense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Principense (Lunguyè)
Falado em: São Tomé e Príncipe
Total de falantes: cerca de 200[1]
Família: Línguas Crioulas
 Crioulo de base portuguesa
  Crioulos Afro-portugueses
   Crioulos do Golfo da Guiné
    Principense
Estatuto oficial
Língua oficial de: Nenhum Estado
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: cpp
ISO 639-3: pre

O principense ou lunguyè (também conhecido por lunguyê, lun'gwiye e moncó) é uma língua nacional de São Tomé e Príncipe, falada na ilha do Príncipe. Lunguyè significa "língua da ilha".

Sendo uma língua crioula de base portuguesa, o principense difere grandemente dos crioulos da Guiné-Bissau, Senegal, Gâmbia e Cabo Verde. O substrato do principense assenta principalmente nas línguas kwa, faladas na Costa do Marfim, Gana, Togo, Benim e Nigéria.

Partilha 77% de semelhança lexical com o são-tomense (ou forro), 67% com o angolar e 62% com o anobonense (ou fa d'ambu) da vizinha ilha de Ano Bom (Guiné Equatorial).

O principense é, actualmente, uma língua ameaçada de extinção e quase só é falada por idosos, a maioria dos quais também domina o português e/ou são-tomense.

  1. Ethnologue

Ligações externas[editar | editar código-fonte]