Rio Ji-Paraná

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rio Ji-Paraná
Comprimento 800 km
Foz rio Madeira
País(es)  Brasil

O Rio Ji-Paraná é um rio brasileiro que nasce no estado de Rondônia. É mais conhecido pela população local por Rio Machado, nome que curiosamente é também usado para designar outro rio do estado de Minas Gerais. Pertencente à Bacia Amazônica, o Rio Ji-Paraná deságua no Rio Madeira.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O rio de Ji-Paraná é um rio de águas claras que nasce na Chapada dos Parecis, na parte sudeste do estado de Rondônia. É um dos principais rios do estado —o mais longo por percurso exclusivo em seu território— e seu curso discurre sempre bem perto da fronteira oriental, primeiro com o estado de Mato Grosso e depois de Amazonas. O rio nasce algo ao norte da localidade de Vilhena (68.405 hab. em 2008), bem perto da fonte do rio Roosevelt. Discurre em direcção noroeste, formando em seu curso alto o limite sudoeste do Parque Indígena Aripuanã, onde nasce o rio Aripuanã. Depois recebe pela esquerda o rio Comemoração e a seguir baña as localidades de Br. de Melgaco e Pimenta Boa. Aqui recebe pela esquerda o rio Apediá e cruza a rodovia Cuiabá-Porto Velho, BR-364. O rio discurre durante bastante tempo, mais de 150 km, paralelo pela direita à rodovia, seguindo em direção noroeste. Cruza Cacoal, e depois recebe, sempre pela esquerda, os rios São Pedro, Palha, Novo Mundo e ao rio Urupá, seu mais importante afluente, justo à entrada da cidade de Ji-Paraná, a segunda cidade mais populosa do estado de Rondônia (o município conta 110.707 hab. em 2008).

Aqui o rio deixa a rodovía e segue em direção ao norte, uma região com muitas cachoeiras (zonas de cascatas e rápidos), como Nazaré, Primeiró do Março, Abelhas e Idaliria, justo após receber novamente pela esquerda outro de seus mais importantes afluentes, o rio Jaru. Segue em seu curso baixo sendo um rio muito acidentado, bordeando pelo oeste a reserva Biológica de Jarú, uma zona na que seguem as cachoeiras. Gira em seu trecho final em direção noroeste, recebendo, sempre pela esquerda, os rios Machadinho, Juruazinho e Prêto, este último quase na desembocadura. Neste trecho passa bem perto da localidade de Tabajara e na desembocadura encontra-se Calama, em um trecho navegavel do rio Madeira, águas abaixo de Porto Velho.

Bacia Hidrográfica do Rio Ji-Paraná[editar | editar código-fonte]

O Rio Ji-Paraná ou Machado nasce e termina em solo rondoniense; suas nascentes estão localizadas na Chapada dos Parecis, no Planalto de Vilhena, onde nascem os Rios Pimenta Bueno ou Apidiá (nome indígena) e Barão de Melgaço ou Comemoração de Floriano, que vão se juntar, à altura da cidade de Pimenta Bueno, para formar o maior rio rondoniense em extensão.

O Rio Ji-Paraná ou Machado atravessa Rondônia no sentido sudeste-norte, indo desembocar no Rio Madeira próximo a Vila de Calama

Afluentes do Rio Ji-Paraná[editar | editar código-fonte]

esquerda

  • Igarapé Marreta
  • Igarapé Luiz de Albuquerque
  • igarapé Jassuarana
  • Rio São Pedro
  • Rio Rolim de Moura ou Antônio João
  • Rio Muqui ou Ricardo Franco
  • Igarapé Primavera
  • Igarapé Bandeira Preta
  • Rio Urupá
  • Igarapé Nazaré
  • Rio Boa Vista
  • Igarapé Toledo ou Jacaré
  • Rio Juruá
  • Rio Preto/Jacundá

direita

  • Riozinho
  • Igarapé Pirara
  • Igarapé Grande
  • Igarapé Leitão
  • Ribeirão Riachuelo
  • Igarapé da Prainha
  • Igarapé Lourdes
  • Igarapé Jatuarana
  • Igarapé Água Azul
  • Igarapé Cajueiro
  • Igarapé Tarumã
  • Rio São João
  • Igarapé Traíra
  • Igarapé São Rafael

Navegação[editar | editar código-fonte]

Apesar das mais de 50 cascatas ao longo de sua rota, em alguns trechos o rio é navegavel e serve como via de saída dos produtos procedentes das plantações da região. O rio Ji-Paraná ou Machado tem um sistema hidrográfico similar ao dos rios das regiões tropicais: no período de crescidas, de dezembro a maio, as zonas próximas às margens tendem a ser inundadas; durante a estação seca, entre junho e agosto, o volume do rio diminui, e pode-se inclusive caminhar em algumas partes sobre as pedras que afloran à superfície.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Hidrografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.