Rocky Marciano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rocky Marciano (Rocco Francis Marchegiano) Boxing pictogram.svg
Informações pessoais
Categoria Peso-Pesado
Nacionalidade Estadunidense
Data de nascimento 1 de setembro de 1923
Cidade natal Brockton, Massachusetts
Data de falecimento 31 de agosto de 1969 (45 anos)
Cartel
Lutas 49
Vitórias 49
Vitórias por nocaute 43
Derrotas 0
Empates 0

Rocco Francis Marchegiano, ou apenas Rocky Marciano (Brockton, Massachusetts, 1 de setembro de 1923Des Moines, Iowa, 31 de agosto de 1969) foi um lutador de boxe estadunidense. É considerado um dos melhores lutadores de todos os tempos e categorias, junto de, entre outros, Muhammad Ali, Joe Frazier, Mike Tyson, Joe Louis, George Foreman e Evander Holyfield.

Conhecido por seus golpes potentes, Marciano nunca perdeu uma luta sequer enquanto esteve nos ringues. Somou 49 vitórias em 49 lutas em sua carreira, sendo 43 por nocaute,[1] marca nunca superada até hoje. Rocky ficou conhecido também por nunca subestimar nenhum de seus adversários, pelo jeito humilde e modesto. Vale lembrar que Rocky foi o último branco campeão dos pesos pesados por um bom tempo, após sua carreira ter terminado iniciou-se a supremacia afro-descendente nos ringues que durou até a chegada de Tommy Morrison nos anos 1990, e posteriormente, dos irmãos Vitali e Wladimir Klitschko, que unificaram os títulos mundiais. Em sua carreira praticamente perfeita ficou com o título de 23 de Setembro de 1952 até 30 de Novembro de 1956, quando se aposentou do boxe, sem nunca sentir o gosto de uma derrota ou empate. Fora das quatro cordas do ringue, o lutador inspirou os famosos filmes da série "Rocky", de Sylvester Stallone (inclusive com o primeiro filme "Rocky" ganhando o Oscar de Melhor Filme em 1977).

Primeiros anos de vida[editar | editar código-fonte]

O pai de Rocky Marciano era Pierino Marchegiano, italiano que lutou na Primeira Guerra Mundial. Não ganhou glórias por isso, na verdade, apenas um problema de saúde, após estar envolvido em um ataque das tropas inimigas com gás. Ele, com sua esposa, acabaram imigrando para os Estados Unidos no começo dos anos 20. O casal de imigrantes teve seu primeiro filho em terras norte-americanas: Rocco Francis Marchegiano, nascido no dia primeiro de Setembro de 1923, em Brockton, Massachusetts. Rocco passou a ser conhecido anos depois de seu nascimento, como Rocky e demonstraria que a vontade de lutar havia sido herdada de seu pai.

Vale lembrar que com um ano de idade, Rocky e sua família passaram por um grande drama. Rocky havia contraído uma forte pneumonia, e por ser um bebê ainda, quase morreu. Na adolescência, jogou em equipas de Baseball e Futebol Americano da sua escola, Brockton High School, e já demonstrava interesse praticando Boxe. Aos 20 anos de idade, ele é chamado para o Exército Americano devido a Segunda Guerra Mundial. Com o final da guerra em 1945, Rocky é dispensado do Exército sem ao menos ter entrado em combate e é daí que ele começa a lutar boxe seriamente.

Carreira no boxe[editar | editar código-fonte]

Em Março de 1947, Rocco torna-se profissional. Com o nome de Rocky Marciano, ele foi simplesmente espetacular. No ringue, o ítalo-americano não sentia medo. E o motivo era bem simples. O que era entrar em um ringue, vestir um par de luvas e golpear outro pugilista para quem cresceu como um filho de imigrantes durante a pior crise da economia norte-americana?

Rocky parecia não sentir dor, por mais golpes que recebesse. Por mais castigado que fosse em um ringue. O garoto Rocco parecia imbatível. Há quem diga que a potência de seu soco, era a mais forte de todos os tempos, apesar de ter braços, altura e peso (que era em torno de 83 a 85 quilos) menores que a média.

Lutou contra grandes pugilistas como Lee Savold, Red Applegate, Carmine Vingo, Rex Layne e inclusive contra um dos melhores pugilistas de todos os tempos, Joe Louis. Rocky nocauteou Louis, que já com certa idade, acabou encerrando sua carreira logo após essa luta, naquele ano de 1951. A partir daí, não demorou muito para Rocky Marciano conquistar o título de melhor peso pesado do mundo. O combate aconteceu na Filadélfia, em 23 de Setembro de 1952. Rocky Marciano derrotou o campeão Jersey Joe Walcott e tomou para si o título. Defendendo o seu cinturão, Rocky lutou contra grandes lutadores, como Ezzard Charles, Don Cockell e Roland La Starza.

Depois de uma vitória sobre o bom pugilista Archie Moore, Rocky Marciano decidiu que era momento de se aposentar, fechando com chave-de-ouro uma das carreiras esportivas mais vitoriosas já vistas.

Aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Dois motivos principais fizeram com que Rocky Marciano optasse pela aposentadoria em 1956. Nesta época, o pugilista poderia continuar lutando, entretanto, as marcas em seu rosto, depois de tantos combates e sua família, mulher e filha, convenceram o campeão a desistir de subir nos ringues.

A mulher de Marciano, Barbara, não gostava que seu marido lutasse boxe. Mas o pugilista tinha um motivo talvez maior: sua filha Mary Anne. Longe dos combates, Rocky Marciano possuía o mesmo comportamento, sempre amigável e disposto a ajudar um amigo. Simpático, modesto, simples e humilde.

Rocky Marciano tentou se aventurar no mundo dos negócios, mas não obteve o mesmo sucesso. Geralmente, perdia o dinheiro que usava em investimentos que julgava serem boas opções para o seu futuro.

Um dia antes de completar 46 anos (em 31 de Agosto de 1969), Rocky Marciano embarcou em um avião para uma reunião de negócios. Seria a última viagem do campeão. O avião caiu e seus três ocupantes morreram no desastre aéreo, perto de Newton, Iowa. A notícia, inclusive, foi dada na primeira transmissão do Jornal Nacional. Boa parte do dinheiro que Rocky Marciano conquistou como pugilista profissional foi recuperado por sua família, pois o ex-campeão do mundo monopolizava os negócios da família.

Sua carreira nos ringues também seria uma das inspiradoras para a criação dos filmes Rocky de Sylvester Stallone, juntamente com outros grandes campeões do boxe estadunidense. Em 1999, foi lançado um filme para TV, contando sua vida e sua carreira, o nome do filme é "Rocky Marciano". Além de vários livros escritos em sua homenagem, valendo destacar o "Rocky Marciano, Biography of a First Son".

Resultados no Boxe[editar | editar código-fonte]

Foi o único campeão mundial no boxe a encerrar a carreira invicto, somando 49 vitórias, nenhum empate e nenhuma derrota.

49 Vitórias (43 knockouts, 6 decisão dos juízes), 0 Derrota, 0 Empates[2]
Resultado Oponente Tipo de Vitória Round, Minutos Data Local Obs
Vitória Archie Moore KO 9, 1:19 21/09/1955 Bronx, NY
Vitória Don Cockell TKO 9, 0:54 16/05/1955 São Francisco, CA Defendendo o título de Pesos-Pesados
Vitória Ezzard Charles KO 8 17/09/1954 Bronx, NY Defendendo o título de Pesos-Pesados
Vitória Ezzard Charles Decisão (unanime) 15 17/06/1954 Bronx, NY Defendendo o título de Pesos-Pesados
Vitória Roland La Starza TKO 11 24/09/1953 Nova Iorque, NY Defendendo o título de Pesos-Pesados
Vitória Jersey Joe Walcott KO 1, 2:25 15/05/1953 Chicago, IL Defendendo o título de Pesos-Pesados
Vitória Jersey Joe Walcott KO 13, 0:43 23/09/1952 Filadélfia, PA Conquista o título de Pesos-Pesados
Vitória Harry Matthews KO 2, 2:04 28/07/1952 Bronx, NY
Vitória Bernie Reynolds KO 3, 2:21 12/05/1952 Providence, RI
Vitória Gino Buonvino KO 2 21/04/1952 Providence, RI
Vitória Lee Savold TKO 7, 0:00 13/02/1952 Filadélfia, PA
Vitória Joe Louis KO 8 26/10/1951 Nova Iorque, NY
Vitória Freddie Beshore KO 5, 0:50 27/08/1951 Boston, MA
Vitória Rex Layne KO 6, 0:35 12/07/1951 Nova Iorque, NY
Vitória Red Applegate Decisão (unanime) 10 30/04/1951 Providence, RI
Vitória Art Henri TKO 9, 2:51 26/03/1951 Providence, RI
Vitória Harold Mitchell TKO 2, 2:45 20/03/1951 Hartford, CT
Vitória Keene Simmons TKO 8, 2:54 29/01/1951 Providence, RI
Vitória Bill Wilson TKO 1, 1:50 18/12/1950 Providence, RI
Vitória Ted Lowry Decisão (unanime) 10 13/11/1950 Providence, RI
Vitória Johnny Shkor TKO 6, 1:28 18/09/1950 Providence, RI
Vitória Gino Buonvino TKO 10, 0:25 10/07/1950 Boston, MA
Vitória Eldridge Eatman TKO 3 05/06/1950 Providence, RI
Vitória Roland La Starza Decisão (2x1) 10 24/03/1950 Nova Iorque, NY
Vitória Carmine Vingo KO 6 30/12/1949 Nova Iorque, NY
Vitória Phil Muscato TKO 5, 1:15 19/12/1949 Providence, RI
Vitória Pat Richards KO 2, 0:39 02/12/1949 Nova Iorque, NY
Vitória Joe Dominic KO 2, 2:26 07/11/1949 Providence, RI
Vitória Ted Lowry Decisão (unanime) 10 10/10/1949 Providence, RI
Vitória Tommy DiGiorgio KO 4, 2:54 26/09/1949 Providence, RI
Vitória Pete Louthis KO 3 16/08/1949 New Bedford, MA
Vitória Harry Haft KO 3, 2:21 18/07/1949 Providence, RI
Vitória Don Mogard Decisão (unanime) 10 23/05/1949 Providence, RI
Vitória Jimmy Evans TKO 3 02/05/1949 Providence, RI
Vitória Jimmy Walls KO 3, 2:54 14/04/1949 Providence, RI
Vitória Artie Donato KO 1, 0:33 28/03/1949 Providence, RI
Vitória Johnny Pretzie TKO 5, 1:46 21/03/1949 Providence, RI
Vitória Gilley Ferron TKO 2, 2:21 14/12/1948 Filadélfia, PA
Vitória James Connolly TKO 1, 0:57 29/11/1948 Providence, RI
Vitória Bob Jefferson TKO 2, 2:30 04/10/1948 Providence, RI
Vitória Gilbert Cardone KO 1, 0:36 30/09/1948 Providence, RI
Vitória Bill Hardeman KO 1 20/09/1948 Providence, RI
Vitória Jerry Jackson KO 1, 1:08 13/09/1948 Providence, RI
Vitória Jimmy Weeks TKO 1, 2:50 30/08/1948 Providence, RI
Vitória Eddie Ross KO 1, 1:03 23/08/1948 Providence, RI
Vitória Bobby Quinn TKO 3, 0:22 09/08/1948 Providence, RI
Vitória John Edwards TKO 1, 1:19 19/07/1948 Providence, RI
Vitória Harry Bilzerian TKO 1 12/07/1948 Providence, RI
Vitória Lee Epperson KO 3 17/03/1947 Holyoke, MA

Referências

  1. Ian Morrison. Boxing, the records. [S.l.]: Guinness Books, 1986. ISBN 9780851128054
  2. Rocky Marciano - Boxer BoxRec. Página visitada em 08 de julho de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Rocky Marciano