Rodovia Dakar – N’Djamena

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dakar-Ndjamena Highway Map.PNG

A Rodovia Dakar – N’Djamena ou, nas suas formas portuguesas Dacar – Jamena, é um projeto rodoviário transnacional para pavimentar e melhorar as formalidades limítrofes em uma rota através da franja sul do Sahel na África Ocidental, entre Dakar, no Senegal e N'Djamena, no Chade. Outros nomes da rodovia são Rodovia Transaheliana ou Rodovia Transafricana 5' na Rede Rodoviária Transafricana.

A rodovia passa por sete países e cinco capitais nacionais, e une regiões de similar clima e ambiente, as quais tem nexos culturais e comerciais desde séculos. É una das duas rotas transnacionais leste-oeste em África Ocidental e é paralela a Rodovia Dakar – Lagos com uma separação de cerca de 900 km.

Rota[editar | editar código-fonte]

Características[editar | editar código-fonte]

A Rodovia Dakar – N’Djamena tem uma longitude aproximada de 4.500 km que recorrem o Senegal, Mali, Burkina Faso, Níger, Nigéria, terminando em N’Djamena. Todo o trecho, salvo uns 775 km no oeste de Mali, tem sido pavimentado, mas extensas seções requerem reabilitação ou estão atualmente sob reconstrução. A maior parte da rota aproveita a infraestrutura rodoviária nacional existente.

Seções[editar | editar código-fonte]

  • Em Senegal, de Dakar a Tambacounda, 462 km, pavimentados, 315 km em más condições.
  • Enlaçando Senegal e Mali entre Tambacounda e Bamako, duas opções foram propostas em um informe de uma consultora em 2003:
    • uma rota sul mais curta e direta via Saraya e Kita, 825 km, em boas condiciones;
    • uma rota mais longa pelo norte, via Kayes, Diéma e Didjeni, 912 km
  • No sudeste de Mali, de Bamako a Sikasso via Bougouni, 374 km, pavimentada.
  • De Sikasso a Koloko na fronteira com Burkina Faso, 50 km sem pavimentar.
  • Em Burkina Faso: 862 km via Bobo-Dioulasso, Ouagadougou, Koupéla, e Fada Ngourma, pavimentada e em boas condiciones.
  • Em Níger: 837 km dos quais 600 km estão em más condições, via Niamey, Dosso, Dogondoutchi, Birnin-Konni e Maradi na fronteira nigeriana em Jibiya.
  • Na Nigéria: 972 km, pavimentados e em boas condições, via Katsina, Kano, Kari, Maiduguri e Dikwa.
  • Uma curta seção em Camarões consiste em 85 km, sem pavimentar, desde a fronteira nigeriana até Maltam, a qual é intransitável durante a estação chuvosa.
  • Chade: a rodovia recorre apenas uns quantos quilômetros por Chade.

Ligações a outras rodovias transnacionais[editar | editar código-fonte]

A Rodovia Dakar – N’Djamena intersecta com as seguintes rodovias:

As regiões nortenhas de Guiné, Costa do Marfim, Gana, Togo, e Benin estão próximas à Rodovia Dakar – N'Djamena. Há caminhos pavimentados que conectam a Rodovia Dakar – N'Djamena e a Rodovia Dakar – Lagos:

  • Costa do Marfim (Sikassa ou Bobo-Dioulasso com Yamoussoukro)
  • Gana (Uagadugú com Acra)
  • Togo (Koupela com Lomé)
  • Benin (Dosso com Cotonou)
  • Nigéria (Birnin-Konni ou Kano com Lagos).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]