Sagres (cerveja)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
CERVEJA SAGRES
Gama de cervejas Sagres
Tipo Pilsner, Dark Pilsner, Radler
Volume de álcool De 0,3% a 6,2%
Fabricante Sociedade Central de Cervejas e Bebidas SA (Heineken Group)
Origem  Portugal
Introduzida 1940
Cor Dourada
Variante(s)
  • Sagres Branca
  • Sagres Bohemia
  • Sagres Preta
  • Sagres Sem Álcool
  • Sagres Radler
Website www.sagres.pt

Sagres é uma marca de cerveja de Portugal que nasceu em 1940, como cerveja de prestígio, criada para representar a Sociedade Central de Cervejas na Exposição do Mundo Português, inaugurada em Maio de 1940.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Lidera, junto com seu concorrente Super Bock, o mercado cervejeiro em Portugal. Ambas marcas representam 89.5 % do mercado nacional.[2]

Em outubro de 2008 a Sagres superou a Super Bock pela primeira vez em 20 anos, mantendo-se desde então a marca líder de cervejas em Portugal.[3]

A cerveja Sagres marca o início da exportação de cerveja, aportando primeiramente a Gibraltar, continuando para os Açores e para os territórios Ultramarinos de Angola, Cabo Verde, Guiné, São Tomé e Príncipe, Timor, Goa, Macau e Moçambique.

A Cerveja Sagres é 100% natural, produzida segundo métodos tradicionais exclusivos a partir de água, malte, cereais não maltados e uma rigorosa selecção de lúpulos. No seu fabrico não são utilizados quaisquer aditivos ou conservantes. Trata-se de uma cerveja medianamente encorpada, de carácter seco e um amargo agradável. Leve, de cor dourada, tem um teor de álcool de 5,0%.[1]

Do portfolio da marca Sagres fazem parte a Sagres Branca, a Sagres Preta, a Sagres Radler, a Sagres Bohemia e as Sagres sem-alcool Branca e Preta.

Sociedade Central de Cervejas e Bebidas, S.A. (SCC)[editar | editar código-fonte]

A Sociedade Central de Cervejas e Bebidas, S.A. (SCC) foi fundada em 1934 por quatro das mais antigas e prestigiadas cervejeiras portuguesas, tendo a marca de cerveja Sagres, nascido em 1940, como cerveja de prestígio, criada por ocasião da Exposição do Mundo Português, realizada em maio daquele ano.

O grupo SCC, que inclui também a Sociedade da Água de Luso, S.A. (SAL), é detido a 100%, desde março de 2008, pelo Grupo Heineken e tem como principal actividade a produção e a comercialização de malte, cerveja e refrigerantes, possuindo duas unidades industriais, nomeadamente a de Vialonga, localizada a norte de Lisboa, e a da Vacariça, onde são captadas e engarrafadas as águas minerais e de nascente Água de Luso e Água do Cruzeiro.

É na Fábrica de Vialonga que são produzidas e engarrafadas as marcas de cerveja Sagres e as suas variantes, com e sem álcool, bem como outras específicas, destinadas a clientes e mercados de exportação. Em Portugal, a SCC tem ainda no seu portfólio as marcas internacionais de cerveja Heineken e Desperados, e representa também as marcas Bud, Guinness, Foster’s, Kilkenny, John Smith’s, as sidras Strongbow e Bulmers, bem como a gama de refrigerantes da marca Orangina Schweppes e o Refrigerante Joi.

Referências

  1. a b CERVEJA Sagres. Sagres - Produtos (em português). Visitado em junho de 2010.
  2. AGÊNCIA Financeira (2 de março de 2009). «Sagres» começa 2009 a ultrapassar «Super Bock» (em português). Visitado em junho de 2010.
  3. JORNAL de Negócios Online (6 de janeiro de 2009). Sagres supera Super Bock pela primeira vez em 20 anos num bimestre (em português). Visitado em junho de 2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]