Santuários do Panda-gigante em Sichuan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Santuários do Panda-gigante em Sichuan *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Chengdu-pandas-d10.jpg
Base de Pesquisa da Reprodução dos Pandas em Chengdu
País China
Critérios (x) UNIQefc632ea012ccb1f-nowiki-00000001-QINU1UNIQefc632ea012ccb1f-nowiki-00000002-QINU
Referência 1213
Coordenadas Sichuan, China
Histórico de inscrição
Inscrição 2006 [1]   (? sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.

Os Santuários do Panda-gigante em Sichuan, casa a mais de 30% dos pandas do mundo, cobre mais de 924.500 ha, com sete reservas naturais e nove parques cénicos nas Montanhas Qionglai e Jiajin.

Os santuários constituem o maior habitat contínuo ainda existente do panda-gigante, uma reliquia das florestas paleo-trópicas do Período Terciário. É também o mais importante sítio para reprodução captiva do panda-gigante.

Os Santuários são casa para outros animais em perigo de extinção como o panda-vermelho, o leopardo-das-neves e o leopardo-nebuloso. São também uma das mais ricas áreas botânicas do mundo, com cerca de 5.000 a 6.000 espécies de flora em cerca de mil géneros.[1]

É um Património Mundial da Unesco desde 2006.

Referências

  1. a b c Dados retirados do website "whc.unesco.org"