Sheldon Cooper

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde janeiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Sheldon Lee Cooper
Personagem de The Big Bang Theory
Jim Parsons interpreta Sheldon
Nascimento 19 de abril - 20 de maio, 1980
Origem Galveston, Texas
Sexo Masculino
Espécie Humano
Atividade(s) Físico teórico
Afiliações Instituto de Tecnologia da Califórnia
Família Mary Cooper (mãe)
George Cooper (pai)
Missy Cooper (irmã)
George Cooper Jr. (irmão)
Carl Cooper (tio)
Edward Cooper (tio)
Meemaw (avó)
Amigo(s) Leonard
Howard
Raj
Penny
Bernadette
Amy
Criado por Chuck Lorre
Seriado(s) The Big Bang Theory
Temporada(s) Todas
Primeira aparição "Pilot"
Interpretado por Jim Parsons
IMDb IMDb
Projecto Televisão  · Portal Televisão

Sheldon Lee Cooper é um personagem fictício do seriado da televisão estadunidense The Big Bang Theory (2007-presente), interpretado por Jim Parsons.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Sheldon é o melhor amigo e colega de trabalho de Leonard. Os dois também moram juntos na Avenida Los Robles, 2311, Pasadena, CA. Seu nome e o de Leonard foram uma homenagem ao falecido ator/produtor Sheldon Leonard.

Originalmente da cidade de Galveston no leste do Texas, Sheldon é um físico teórico que possui uma lousa branca na sala de seu apartamento onde ficam suas anotações de equações e teorias científicas.

Possui um temperamento arrogante, chegando a pensar que só apareceria alguém mais inteligente que ele após centenas de anos, e que o nome desse teria um asterisco (*) na frente, pois seria um robô. Sheldon chega a dizer que é mais inteligente que Isaac Newton, já que "gravidade para ele seria evidente sem a maçã", e também diz para a sua irmã que é uma mutação genética superior.

Sheldon é fã de histórias em quadrinhos, séries de ficção científica, jogos de cartas colecionáveis, Video games e RPG.

Sheldon, possui 2 Doutorados e um Mestrado[1] , Já Raj Koothrappali e Leonard possuem apenas um Ph.D (dos personagens principais da série, somente Howard Wolowitz não possui Ph.D) e em alguns episódios Sheldon gaba-se por tê-lo conseguido aos 13 anos e meio de idade. Outrora, Sheldon diz a Penny que entrou na faculdade aos 11 anos, após completar a quinta série. Possui 187 de QI. É filho de Mary Cooper (Laurie Metcalf), uma cristã protestante fervorosa, e é irmão gêmeo de Missy Cooper (Courtney Henggeler), uma mulher alta e atraente. Sheldon acredita que apenas Missy tem o potencial para gerar outro ser "superior" como ele e erige-se como um guardião para a irmã, a fim de escolher o melhor companheiro para ela. Missy rejeita Leonard e Howard em favor de Raj, mas o seu mutismo acaba com qualquer chance de que ele poderia ter com ela. Possui, ainda, um irmão mais velho que nunca apareceu na série. O nome de seu pai é George Cooper, citado no sétimo episódio da terceira temporada ("The Guitarist Amplification") e sabe-se que ele já faleceu.

Sheldon também possui vários sintomas da chamada Síndrome de Asperger, como problemas de interação pessoal, o que explicaria sua deficiência em entender sarcasmo, os comentários ofensivos que ele realiza sem intenção, etc. São também características da Síndrome de Asperger: linguagem peculiar, rituais e comportamentos repetitivos, além de um comportamento socialmente impróprio em algumas situações. Também possui características de portadores de Transtorno Obsessivo-Compulsivo e hipocondria.

Sheldon possui uma maneira bastante peculiar de brincar. Geralmente, quando quer fazer alguma piada, usa a palavra "bazinga" para expressar sua ironia ou sarcasmo. Outra característica marcante na personalidade de Sheldon é que, diferentemente dos amigos, ele não dá tanta importância às relações sociais. Ele impõe uma regra de convivência que chama de "STRIKES"; cada vez que alguém faz algo que vai de encontro a suas regras, como Penny fez na segunda temporada ao tocar em sua comida, a pessoa comete um "STRIKE". Ao completar três "STRIKES", esta pessoa estará fora de seu grupo social por um ano ou até assistir a uma aula sua sobre as regras de convivência proferida por ele mesmo.

Em um episódio, Howard e Raj desconfiam que Sheldon é um robô, e em certos episodios seus amigos até tramam seu assassinato devido ao seu caráter arrogante e pomposo.

Os personagens de The Big Bang Theory acham também que Sheldon tem grande semelhança com Spock, o meio humano/meio vulcano, 1º oficial da Enterprise em Star Trek. Além de se parecerem fisicamente, ambos raciocinam com base na lógica. Um dos episódios mais emocionantes para Sheldon é quando ele ganha de presente de Penny: um guardanapo usado e autografado por Leonard Nimoy. No último episódio da 3ª Temporada, Sheldon conhece Amy Farrah Fowler (Mayim Bialik), após Howard e Raj colocarem seu perfil em um site de relacionamentos. Amy tem uma personalidade muito parecida com a de Sheldon, sendo também muito inteligente e um pouco estranha. Eles passaram a ser namorados, mas não têm relações de afeto, por mais que Amy às vezes queira isso. Porém, no episódio quinze da sétima temporada ("The Locomotive Manipulation"), Sheldon esquece momentaneamente a sua fobia por germes ao beijar Amy diretamente nos lábios, e mais tarde comenta com Leonard que seus lábios tinham gosto de Bronwie da sobremesa.

Recepção[editar | editar código-fonte]

A espécie de abelha Euglossa bazinga, descrita em 2012 e encontrada no Brasil, foi batizada em homenagem a Sheldon. O epíteto específico é uma referência ao bordão "bazinga" do personagem.[2]

Referências

  1. {{citar web|url=http://the-big-bang-theory.tv/sheldon-cooper/
  2. Abelha brasileira recebe nome em homenagem a série de TV americana (em português) Portal G1 (18/12/2012). Página visitada em 25/01/2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]