Sigge Parling

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sigge Parling
Sigge Parling
A Seleção Sueca vice-campeã de 1958. Parling é o último agachado, da
esquerda para a direita.
Informações pessoais
Data de nasc. 26 de março de 1930
Local de nasc.  Suécia
Seleção nacional
Flag of Sweden.svg Suécia

Sigvard "Sigge" Parling (26 de março de 1930) é um ex-futebolista sueco. Ele competiu na Copa do Mundo FIFA de 1958, sediada na Suécia, na qual a seleção de seu país foi a vice-campeã.[1] [2]

Em relato à Revista Trivela, contou o sentimento geral antes e após a final:

Cquote1.svg Naquela hora (em que começou a chover, pouco antes da partida), pensamos: 'como enfrentar um time tão rápido com o gramado molhado? (…) O Brasil tinha um time homogêneo. Pelé e Garrincha eram bons, mas a equipe contava com jogadores excepcionais em todas as posições. Para nós, chegar até lá já era uma grande surpresa (…). Perdemos, mas aqueles jogadores brasileiros nos fascinavam[3] Cquote2.svg

Também comentou a respeito da decisão ao site Trivela:

Cquote1.svg Mesmo sem Pelé aquele time brasileiro de 58 era muito bom. Pelé era jovem e surgiu só mais tarde. O segredo do Brasil era ser um time homogêneo. Mas foi legal jogar contra o Pelé. Ele não saiu muito para o jogo no primeiro tempo, mas no segundo sim e inclusive fez gols, mas eu destacaria também Garrincha, Didi, Vavá e Zagallo, que eram grandes jogadores também. (…) De certa forma Pelé nos fascinava. Ele apareceu muito bem na semifinal contra a França e foi melhorando, só se tornou fundamental para o time depois. (…) O Garrincha decidiu o jogo, ele correu muito pelas laterais do campo, fez 1 a 1 e o 2 a 1 e então os brasileiros ficaram confiantes para jogar o segundo tempo. Nós, de certa forma, já estávamos contentes em estar na final e justamente contra o Brasil não fizemos nossa melhor partida. Na semifinal, fomos verdadeiros guerreiros contra os alemães. O Brasil nunca mais teve uma seleção tão homogênea como aquela, sempre conseguiu formar bons times, mas sempre com algum ponto fraco.[4] Cquote2.svg

Atualmente, dedica-se à criação de cavalos.[3]

Referências

  1. Seleção Sueca na Copa do Mundo FIFA de 1958 (em português) Fifa.com. Visitado em 1 de setembro de 2010.
  2. Jogos da Copa de 1958 - Classificação (em português) Universo Online. Visitado em 1 de setembro de 2010.
  3. a b "O melhor venceu", Luciana Zambuzi, Trivela número 28, junho de 2008, Trivela Comunicações, págs. 33-37
  4. "O Brasil nunca teve seleção como aquela", Luciana Zambuzi, Trivela.com
Bandeira de SuéciaSoccer icon Este artigo sobre futebolistas suecos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.