Spelunky

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Spelunky
Captura de tela da versão para PC
Desenvolvedora Mossmouth
Publicadora(s) Independente
Diretor Derek Yu
Andy Hull
Compositor(es) George Buzinkai
Eirik Suhrke (XBLA)
Motor Game Maker
Plataforma(s) Windows, Xbox Live Arcade
Data(s) de lançamento Windows
  • AN 21 de dezembro de 2008

XBLA

    Gênero(s) Jogo de ação e aventura
    Modos de jogo Um jogador, cooperação (XBLA), deathmatch (XBLA)
    Número de jogadores 1 (Windows)
    1 a 4 (XBLA)
    Mídia Download
    Controles Teclado ou gamepad
    Idioma Inglês
    Hardware
    Versão 1.1

    Spelunky é um jogo independente de ação e aventura criado por Derek Yu e disponibilizado gratuitamente para o Microsoft Windows, além de ter sido lançado comercialmente para o Xbox 360 (também existe uma adaptação não oficial para o Mac OS X). O jogador controla um espeleologista que explora uma série de cavernas enquanto adquire tesouros, salva donzelas em perigo e desvia de armadilhas e uma variedade de criaturas subterrâneas. A versão 1.0 foi lançada em 1º de setembro de 2009. O código-fonte foi lançado em 25 de dezembro de 2009, junto da versão 1.1. Uma versão melhorada foi lançada no Xbox Live Arcade em 4 de julho de 2012.

    Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

    Jogadores controlam um aventureiro anônimo, conhecido apenas como o "spelunker" ("espeleologista" em tradução literal). O objetivo do jogo é explorar túneis subterrâneos e adquirir a maior quantidade possível de tesouro, enquanto evita armadilhas e inimigos. O aventureiro pode chicotear ou pular em seus inimigos para derrotá-los, pegar itens para jogar nos inimigos ou ativar armadilhas de uma distância segura, e utilizar uma quantidade limitada de bombas e cordas para navegar as cavernas. Níveis são gerados aleatoriamente e agrupados em quatro "áreas" incrementavelmente difíceis. Cada área possui um grupo de inimigos, itens e terrenos diferentes. Áreas mais profundas possuem tesouros e itens melhores, além de áreas secretas (como a Cidade de Ouro). Entretanto, se o jogador perder todos os seus corações ou cair em uma armadilha de morte instantânea, deverá recomeçar do início.

    Inimigos incluem animais como morcegos, cobras e aranhas de variados tamanhos, outras pessoas e monstros o Ieti, plantas carnívoras e fantasmas. O jogador pode coletar vários itens, principalmente ouro e jóias, que irão aumentar sua pontuação, mas também alguns itens úteis, como bombas, armas, equipamentos de escalada e artefatos. Alguns desses últimos possuem poderes sobrenaturais, como a coroa egípcia e a caveira de cristal, apesar de que vários itens podem ser adquiridos somente de maneira secreta.

    Outras versões[editar | editar código-fonte]

    Desde que o código foi liberado, membros da comunidade criaram várias versões modificadas do jogo original. A maioria desses mods se encontram disponíveis no fórum do site da companhia de Derek Yu, Mossmouth, onde uma lista com os mods completos é mantida.

    Recepção e crítica[editar | editar código-fonte]

    O site IGN deu 9,0 pontos à versão do XBLA e virou "Escolha dos Editores", chamando-o de "um superbo jogo de plataforma 2D que é tão fácil de odiar, quanto de amar."[1] GamesRadar deu ao jogo 5/5, elogiando sua jogabilidade e constante sensação de exploração.[2] GameTrailers deu ao jogo 8,3 pontos, elogiando seu design porém criticando alguns de seus controles e o multijogador desnecessário.[3] 1UP.com de nota A ao jogo, dizendo que "ele oferece a mesma diversão imediata presente em Geometry Wars, mas requer muito mais que apenas as reações relectivas de seu cérebro de lagarto."[4]

    Spelunky recebeu o prêmio de Excelência em Design no Independent Games Festival de 2012.[5]

    Referências

    1. Mitch Dyer (2 de julho de 2012). Spelunky Review (em inglês) IGN. Visitado em 9 de julho de 2012.
    2. Francesco Dagostino (5 de julho de 2012). Spelunky Review (em inglês) GamesRadar. Visitado em 9 de julho de 2012.
    3. Spelunky - Review (em inglês) GameTrailers (3 de julho de 2012). Visitado em 9 de julho de 2012.
    4. Bob Mackey (3 de julho de 2012). Spelunky Review: A Sublimely Pure Video Game Experience (em inglês) 1UP.com. Visitado em 9 de julho de 2012.
    5. 2012 Independent Games Festival Winners (em inglês). Visitado em 9 de julho de 2012.

    Ligações externas[editar | editar código-fonte]