Sulfonamida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde dezembro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde novembro de 2013). Ajude e colabore com a tradução.
Sulfonamida
Alerta sobre risco à saúdeNV
Sulfonamid.png
Outros nomes Sulfanilamida
Propriedades
Fórmula molecular R–S(=O)2–N–R'2
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Em química, as sulfonamidas (sulfanilamidas) são as amidas de ácidos sulfônicos, de fórmula geral –SO2NHR–.[1]

Em farmacologia, as sulfonamidas são um grupo de antibióticos sintéticos usados no tratamento de doenças infecciosas devidas a microorganismos.

Indicações[editar | editar código-fonte]

Características[editar | editar código-fonte]

Exemplo de uma sulfonamida.

As sulfas constituem um branco, cristalino, inodoro e solúvel em água.

Mecanismo de ação[editar | editar código-fonte]

As sulfonamidas são inibidoras competitivas da enzima bacteriana sintetase de dihidroperoato (são análogos do seu substracto o ácido para-aminobenzóico — PABA). A enzima catalisa uma reacção necessária à síntese de ácido fólico (o ácido fólico é necessário para a síntese de precursores de DNA e RNA) nas bactérias.

Como as células humanas obtêm o seu ácido fólico da dieta, e não possuem a enzima, não são afectadas. As bactérias, no entanto, são incapazes de absorvê-lo, e precisam produzi-lo, logo elas são afectadas nas doses usadas e param de se reproduzir.

Resistência[editar | editar código-fonte]

Há genes espalhados em plasmídeos que conferem a algumas estirpes de bactérias resistência a este agente. As bactérias resistentes produzem enzimas não inibidas por este agente.

Efeitos adversos possíveis[editar | editar código-fonte]

  • Náuseas e vómitos
  • Cefaleias
  • Cianose em decorrência de metemoglobinemia
  • Reacções de hipersensibilidade
  • Danos hepáticos, depressão da medula óssea.
  • Alergia a medicamentos deste grupo são muito comuns, porém poucas pessoas identificam, pois ocorrem na sua maioria no sangue do indivíduo com redução das contagens de hemoglobina, ocorre cansaço, fadiga, aceleração cardíaca, e podendo evoluir para anemia séria, e aplasia medular .

outro efeito advérbio é que você seja o senhor sulfonamidas é o eritema nodoso secundário a este fármaco.

Membros do grupo[editar | editar código-fonte]

História[editar | editar código-fonte]

O primeiro membro do grupo, o corante prontozil, foi descoberto em 1935, pelo alemão Gerhard Domagk da farmacêutica de Farben.

A vida de Winston Churchill, ex-premier britânico, foi salva pela utilização desse medicamento quando o mesmo adoeceu em Cartago, Tunísia, em 1943.

A morte nos EUA de mais de cem pessoas devido ao lançamento de uma preparação de sulfonamida altamente tóxica por empresários pouco escrupulosos em 1938 foi importante impulso para a criação da agência reguladora de medicamentos dos EUA, a Food and Drug Administration (FDA).

Pós contendo sulfonamidas mais potentes foram dados aos soldados americanos durante a segunda guerra mundial, com instruções para espalhá-lo nas feridas. Entre 1942 e 1943, experiências desumanas com sulfonamidas foram efectuadas nos detidos do campo de concentração de Ravensbrück pelos Nazis.

Referências