Tratado de Karlowitz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde janeiro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Tratado de Karlowitz, assinado em 1699 em Karlovci (Karlowitz em alemão; Karlofça em turco, hoje uma cidade na Voivodina), encerrou a Guerra Austro-Otomana de 1683-1697, que resultou em derrota otomana.

O tratado foi assinado em 26 de janeiro de 1699, após um congresso de dois meses de duração entre o Império Otomano, de um lado, e a Santa Liga (coalizão formada por diversas potências europeias, incluindo o Império Austríaco, a União Polaco-Lituana, a República de Veneza e o Czarado da Rússia. Os otomanos cederam a maior parte da Hungria, a Transilvânia e a Eslavônia à Áustria, e a Podólia à Polônia. A maior parte da Dalmácia foi entregue a Veneza, juntamente com a Moréia (a Península do Peloponeso), que os otomanos ganharam de volta pelo Tratado de Passarowitz em 1718.

O Tratado de Karlowitz marcou o início do declínio otomano na Europa Oriental e fez do Império Austríaco a potência dominante no sudeste da Europa.

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.