Tucano-toco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaRamphastos toco
Ramphastos toco no Parque das Aves, em Foz do Iguaçu, no Brasil

Ramphastos toco no Parque das Aves, em Foz do Iguaçu, no Brasil
Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante (IUCN 3.1) [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Piciformes
Família: Ramphastidae
Género: Ramphastos
Espécie: R. toco
Nome binomial
Ramphastos toco
Statius Müller, 1776
Distribuição geográfica
Glauco area.png

Ramphastos toco Mül., popularmente conhecido como tucanuçu, tucanaçu, tucano-grande e tucano-boi,[2] é uma espécie de tucano e o maior representante da família Ramphastidae.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Tucanuçu" e "tucanaçu" vêm do tupi tukanu'su[2] , que significa "tucano grande"[3] .

Características[editar | editar código-fonte]

Um tucano voando em um zoológico da África do Sul.

Apresenta 56 cm de comprimento e pesa cerca de 540 gramas, sendo o maior de todos os tucanos. Não apresenta dimorfismo sexual: a plumagem é uniformemente negra da coroa ao dorso e no ventre. Dispõe de uma pele nua amarela ao redor do olho e suas pálpebras são azuladas. O papo é branco e frequentemente tingido de amarelo. O uropígio é branco e a plumagem embaixo da cauda, que forma o crisso, é avermelhada.

A característica mais notável da espécie é o grande bico alaranjado, que pode medir 22 cm. O bico é constituído de tecido ósseo esponjoso, formando uma estrutura não maciça e areada como um favo-de-mel. Isso torna o bico mais leve e, portanto, não dificulta o voo. A ponta da maxila possui uma grande mancha negra.

Estudos realizados comprovaram que o seu bico também serve com um dispersor natural de calor, devido ao número de vasos sanguíneos nele presentes em contato com o ambiente.[4]

Filhotes apresentam bico curto e amarelo, sem a mancha negra. A pele ao redor dos olhos é esbranquiçada e a garganta é amarela.

Distribuição e habitat[editar | editar código-fonte]

É encontrado nos dosséis das florestas tropicais da América do Sul, desde as Guianas até o norte da Argentina e é o único tucano que pode ser encontrado em campos abertos, como o cerrado, ao contrário dos outros exemplares que vivem em mata fechada. Sua distribuição ocorre desde o Piauí, Goiás͵ Tocantins, Mato Grosso, Minas Gerais até o extremo norte do Rio Grande do Sul. No litoral, está presente desde o Rio de Janeiro até Santa Catarina.

Fósseis de Ramphastos toco do Pleistoceno (20 000 anos atrás) foram encontrados em Lagoa Santa, em Minas Gerais, no Brasil. Em Itumirim[5] no Sul de Minas Gerais é comum de ser ver essa ave nas matas, nos serrados e até mesmo nas áreas urbanas das cidades. Pela decorrência do desmatamento eles procuram comida em áreas próximas às cidades.

Alimentação[editar | editar código-fonte]

Tucano-toco (Ramphastos toco) selvagem em palmeira - Bonito MS
Tucano-Toco
Tucano - Toco

É um animal onívoro, alimenta-se de insetos, lagartos, ovos, filhotes de outras aves e, principalmente, frutos. Seu hábito alimentar é diurno. Costuma descer ao solo para aproveitar-se dos frutos que estejam caídos.

Reprodução[editar | editar código-fonte]

Sua reprodução ocorre no final da primavera e a fêmea bota de 2 a 4 ovos em ninhos localizados no alto dos troncos das árvores. O casal se reveza na tarefa de chocar os ovos, os quais eclodem entre 16 e 20 dias. Quando nascem, sua aparência é desproporcional; seu bico é grande e o corpo, pequeno; os olhos só abrem após três semanas e os pais cuidam de seus filhotes até eles saírem dos ninhos, o que ocorre em seis semanas. A coloração do bico só é definida meses após o nascimento.O tucano-toco ainda não é uma espécie ameaçada de extinção, entretanto tem sido capturado e traficado para outros países a fim de ser vendido em lojas de animais. Isto tem, como consequência, a diminuição de sua população nas florestas, pondo em risco a variabilidade genética, como também a morte de muitos animais durante o transporte.

Tucano - toco
Tucano - toco. Selvagem, no galho da árvore em Itumirim - MG.

Referências

  1. IUCN Red List: Ramphastos toco IUCN Red List. Visitado em 19 de novembro de 2012.
  2. a b FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.1 724
  3. http://www.fflch.usp.br/dlcv/tupi/vocabulario.htm
  4. Bico de tucano funciona como ar condicionado, afirma pesquisa. G1, acessado em 24 de julho de 2009.
  5. Itumirim Guilherme Botelho de Resende (24/12/2014).