Urupês (livro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Urupês
Capa de J. Wasth Rodrigues, 1ª edição (1918).
Autor (es) Monteiro Lobato
Idioma português
País Brasil
Ilustrador Monteiro Lobato
Arte de capa José Wasth Rodrigues
Lançamento 1918

Urupês é uma coletânea de contos e crônicas do escritor brasileiro Monteiro Lobato, considerada sua obra-prima e publicada originalmente em 1918. Inaugura na literatura brasileira um regionalismo crítico e mais realista do que o praticado anteriormente, durante o romantismo.[1] A crônica que dá título ao livro traz uma visão depreciativa do caboclo brasileiro, chamado pelo autor de "fazedor de desertos", estereótipo contrário à visão romântica dos autores modernistas.

Os contos do livro são:

  • Os faroleiros
  • O engraçado arrependido
  • A colcha de retalhos
  • A vingança da peroba
  • Um suplício moderno
  • Meu conto de Maupassant
  • "Pollice Verso"
  • Bucólica
  • O mata-pau
  • Bocatorta
  • O comprador de fazendas
  • O estigma
  • Velha Praga
  • Urupês

Referências

  1. SANCHEZ, Mariana (17/10/2011). Urupês – Monteiro Lobato Vida na Universidade. Gazeta do Povo. Visitado em 28 de julho de 2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.