Yves Montand

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Yves Montand
Alain Meilland e Yves Montand em 1982
Nome completo Ivo Livi
Nascimento 13 de outubro de 1921
Monsummano Terme, Itália
Nacionalidade França francesa
Morte 9 de novembro de 1991 (70 anos)
Senlis, França
Ocupação ator e cantor
Cônjuge Simone Signoret
IMDb: (inglês)

Ivo Livi, mais conhecido como Yves Montand (Monsummano Terme, 13 de outubro de 1921Senlis, Oise, 9 de novembro de 1991), foi um ator e cantor italiano naturalizado francês.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Seu nome de batismo era Ivo Livi e embora nascido na Itália, ele foi o ator que melhor encarnou o mito do homem francês. Considerado menos bonito que Alain Delon mas mais simpático e carismático, Montand provou que além de um ótimo cantor era também um bom ator.

Comunista inicialmente e depois defensor da liberdade e contra qualquer ditadura, Montand foi parceiro constante do diretor Costa-Gavras com quem fez cinco filmes, entre eles "Z", "Estado de Sítio" e "A Confissão".

Estreou como ator em 1946 com o diretor Marcel Carné no filme "As Portas da Noite", mas se destacou também em "O Salário do Medo" de Henri-Georges Clouzot em 1952; "Adorável Pecadora" ao lado de Marilyn Monroe de 1960; "Paris Está em Chamas" de René Clement em 1966 e "Viver por Viver" de Claude Lelouch em 1967.

Foi casado por 30 anos com a atriz Simone Signoret até a morte dela em 1985, mas teve romances célebres com a cantora Edith Piaf no final dos anos 40 e com Marilyn Monroe.

Em 1982, apresentou-se no Teatro Municipal de São Paulo com um espetáculo de canções francesas.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]