Adiel de Oliveira Amorim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Adiel
Informações pessoais
Nome completo Adiel de Oliveira Amorim
Data de nasc. 13 de agosto de 1980 (42 anos)
Local de nasc. Cubatão, São Paulo, Brasil
Nacionalidade Brasil
Altura 1,66 m
Canhoto
Informações profissionais
Clube atual aposentado
Posição Meio Campo
Clubes de juventude
1995–1997 Santos
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1998–2004
2000
2001
2001
2004–2005
2006–2011
2012
2013
2015–2016
2017
Santos
Urawa Red Diamonds (emp.)
Taubaté (emp.)
Botafogo-SP (emp.)
Qadsia SC
Shonan Bellmare
Wuhan Zall FC
Hubei China-Kyle
Juventus
Portuguesa Santista
0032 000(0)
0014 000(3)
000? 000(?)
0018 000(3)
000? 000(?)
00192 00(51)
0029 000(1)
0029 000(6)
0018 000(0)
0000 000(0)
Seleção nacional
1997 Brasil Sub-17 0004 000(2)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 16 de fevereiro de 2016.

Adiel de Oliveira Amorim (Cubatão, 13 de agosto de 1980) é um ex-futebolista do Brasil que atuava como Meio Campista.

Nascido em Cubatão-SP, Adiel foi uma das grandes promessas das categorias de base do Santos no final dos anos 90. Ele fez parte da Seleção Brasileira campeã do Mundial de Futebol Sub-17 de 1997, fazendo o primeiro gol da goleada de 4x0 contra a Alemanha na semifinal da competição. Nesse time, Adiel dividiu o meio-campo com grandes nomes[1] como o craque Ronaldinho Gaúcho, sendo inclusive pego em uma situação embaraçosa, após tirar uma foto com uma arma ao lado de Ronaldinho.[2]

Ele foi promovido ao time principal do Santos por Emerson Leão, no ano de 1998,[3] e marcou seu primeiro gol como profissional[4] contra o Barcelona, no Camp Nou, em 25 de agosto daquele ano, em partida que valia o troféu Joan Gamper (o time catalão venceu a disputa nos pênaltis, após empate no tempo normal por 2 a 2).

Com apenas 20 anos, o jogador foi emprestado por uma temporada ao time japonês Urawa Red Diamonds, onde teve algum destaque. Ao retornar ao Brasil em 2001, o jogador rodou pelo interior paulista em novos empréstimos para o Taubaté e Botafogo de Ribeirão Preto.

Retornou ao Peixe no ano seguinte, mas logo foi negociado com o Shonan Bellmare, do Japão, clube que defendeu por seis anos e é considerando um grande ídolo, ao total foram 192 jogos e 51 gols pelo time. Com Adiel em campo, a equipe conseguiu o acesso para a J League após 12 anos. O meio-campista marcou o gol cinco mil da história da liga japonesa e também foi eleito o Melhor Jogador da Temporada 2007,[4] superando o também brasileiro Hulk.

Após deixar o futebol japonês, Adiel tentou a sorte no mercado chinês. Em 2012 defendeu o Hubei Zhongbo e no ano seguinte o Hubei Huakaier.

Em 2015, o meio-campista recebeu um convite para voltar ao Brasil[5] e defender a tradicional equipe paulista do Juventus na Serie A3 do Campeonato Paulista. Após grande desempenho ao lado de outros jogadores consagrados,[6] como o atacante Gil, Adiel ajudou a levar a equipe da Mooca ao acesso[7] para Série A2 do Campeonato Paulista.

Com grande respeito da torcida grená, o jogador renovou com o Juventus até Junho de 2016 e será o motor da equipe na busca pelo acesso a Primeira Divisão do Campeonato Paulista.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Santos
Seleção Brasileira

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.