Adrianópolis (Manaus)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adrianópolis
—  Bairro do Brasil  —
Vista parcial do Bairro.
Vista parcial do Bairro.
Vista do bairro no mapa urbano de Manaus.
Vista do bairro no mapa urbano de Manaus.
Distrito Zona Centro-Sul
Município Manaus
População
 - Total 8,847
 - IDH 0,930 - muito elevado[1]
Limites Parque 10 de Novembro, Aleixo, São Francisco, Nossa Senhora das Graças e Praça 14 de Janeiro
Subprefeitura Centro-Sul
Fonte: Não disponível

Adrianópolis é um bairro nobre do município brasileiro de Manaus, capital do estado do Amazonas.[2] Localiza-se na Zona Centro-Sul. Seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,930, o maior entre os bairros da cidade e semelhante ao da Noruega. Seu antigo nome era Vila Municipal,[3] por suas origens relacionadas a pequenas vilas. De acordo com pesquisas relacionadas à qualidade de vida nos bairros da cidade, o bairro é apontado como um dos melhores da capital amazonense[4].

De acordo com o censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sua população era de 8 847 habitantes em 2010.[5]

Topônimo[editar | editar código-fonte]

"Adrianópolis" é um termo oriundo da língua grega: significa "cidade de Adriano", através da junção das palavras "Adriano" e pólis (cidade)[6].

Adrianópolis recebeu seu atual nome somente na década de 1920, originário do renomado médico Adriano Jorge, que possuía residência fixa na área desse bairro.

História[editar | editar código-fonte]

Surgiu a partir de vilas construídas por operários que trabalhavam no Centro da cidade. Possuía uma área extremamente verde e arborizada pelo conjunto de sítios e chácaras.

O bairro traz, em suas lembranças, a velha estação de bondes, onde hoje é a Praça Nossa Senhora de Nazaré; e o Instituto Batista Ida Nelson, onde antes funcionara uma estação de rádio americana.

Integram o bairro: os loteamentos Vila Municipal Operária e Vila Americana; os conjuntos Ica Maceió (parcialmente), Ica Paraíba, Abílio Nery, Chagas Aguiar, Celetramazon, Vila Municipal, Parque Adrianópolis e Jardim Espanha II; Não esquecendo dos muitos condomínios situados no bairro.

Hoje[editar | editar código-fonte]

É possível voltar ao tempo das antigas chácaras, ao trafegar pela Rua Recife, sua principal avenida de acesso e observar às imensas castanheiras e árvores frutíferas que ainda existem no bairro. Porém, grande parte dessa área verde deu lugar ao maior shopping center da cidade da região norte do Brasil: o Manauara Shopping, inaugurado em 2008[7]. O bairro atualmente encontra-se em alto processo de verticalização, com a construção de grandes edifícios destinados ao setor hoteleiro e a condomínios de alto padrão.

No bairro, existem, também, o clube de esporte Nacional, onde funciona sua sede; o Castelinho, casa de arquitetura peculiar; a Praça Chile e suas árvores centenárias, entre outras belezas que o bairro fornece.

Transportes[editar | editar código-fonte]

Adrianópolis é servido pela empresa de ônibus Expresso Coroado.

Referências

  1. http://www.atlasbrasil.org.br/2013/pt/perfil_udh/21534
  2. Secretaria Especial para Articulação de Políticas Públicas. Prefeitura de Manaus. Página visitada em 02/11/08.
  3. " «Adrianópolis, bairro de Manaus». Portalamazonia.com. 13 de novembro de 2008 
  4. http://www.manaushome.com.br/qual-o-melhor-bairro-para-morar-em-manaus/
  5. IBGE - Censo 2010: Indicadores de Bairros - Região Norte
  6. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 354.
  7. Manauara Shopping

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre bairros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.