Aeroporto Yuri Gagarin - Namibe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Airport symbol comercial.png
Aeroporto Welwitschia Mirabilis
Aeroporto do Namibe
IATA: MSZ - ICAO: FNMO
Características
Tipo Público/Militar
Administração ENANA
Serve NAMIBE
Inauguração 1977
Capacidade anual 134,000 passageiros
Website oficial Página oficial
Pistas
Cabeceira(s) Comprimento Superfície
08/26 2 500 m (8 202 ft) Não disponível

O Aeroporto Internacional Welwitschia Mirabilis /Namibe (IATA: MSZ, ICAO: FNMO), conhecido popularmente como aeroporto do Namibe, é o principal aeroporto da província do Namibe e de grande importância para região devido a sua posição estratégica. O aeroporto está localizado na cidade do Namibe a uma distância de 7 quilômetros do centro da cidade , região sul de Angola.

É também o principal portal de entrada para se conhecer as belezas da província do Namibe. O aeroporto está a 12 quilômetros da costa e possui pista com balizamento luminoso noturno, e raramente ocorrem transtornos provocados por fatores meteorológicos.


História[editar | editar código-fonte]

O aeroporto Yuri Gagarin começou a ser construído em 1972 pelos antigos colonizadores portugueses para substituir o aeroclube de Moçâmedes. Mas suas obras foram paradas durante a fuga dos portugueses em 1974, o aeroporto ficou concluído após a independência de Angola em 1977. Na década de 80 o aeroporto sofreu novas intervenções na sua aerogare que foi ampliada e no parque de estacionamento.


O Aeroporto que na época era um dos mais modernos de Angola foi projetado para aterrizagem das mais modernas aeronaves da época. Diferente do Aeroclube de Moçâmedes o Yuri Gagarin foi construído a 7 quilômetros da cidade em meio ao deserto e ocupa uma grande área. O aeroporto também teve grande importância na guerra civil que Angola viveu entre 1992 e 2002, muitos populares se deslocavam ao Yuri Gagarin agora chamado de Welwitschia Mirabilis para poder chegar a capital do País.

Em 2013 o Aeroporto foi fechado para obras de ampliação e modernização. Seus 2500 metros de pista foram completamente reformados, a placa recebeu também um reforço e alinhamento para o estacionamento das aeronaves, teve seu terminal de passageiros ampliado. O aeroporto reabriu no dia 6 de Setembro de 2013 devido ao mundial de Hóquei em Patins que decorreu naquela cidade, suas obras foram concluidas em Fevereiro de 2014, foi reinaugurado e renomado Aeroporto Welwitschia Mirabilis pelo Presidente da República de Angola José Eduardo dos Santos

Novo terminal passageiros e de logística de carga[editar | editar código-fonte]

Em 2013 antigo terminal de passageiros foi totalmente substituído por duas novas aerogares onde funciona o embarque e desembarque de passageiros,além de lojas e serviços aeroportuários. A capacidade de passageiros foi ampliada de 120 passageiros por hora à 400 por hora em horário de grande movimentação, obras de ampliação e modernização que custaram cerca de 93 milhões e dólares americanos . Conta com um terminal de carga construído de raiz com capacidade para duas mil toneladas de carga. O aeroporto sempre foi a porta de entrada de cargas da região sul de Angola, especialmente na época da guerra civil de Angola, porém não possuía um lugar certo para o armazenamento das mesmas.


Dados do Aeroporto[editar | editar código-fonte]

Edifício Gare - 6.100,00 metros quadrados; Edifício de bombeiros - 900,00 metros quadrados; Edifício de Controle - 160,00 metros quadrados; Central eléctrica - 450,00 metros quadrados; Balizagem - 114,00 quadrados; Parte externa, incluindo o estacionamento de viaturas - 18.300 metros quadrados.


Com a remodelação e ampliação o aeroporto está apto a recepcionar as seguintes aeronaves:

Boeing 727,737,757,767. Airbus A310,A320,321,A300. Tupolev 334,154,204. Embraer E110,E120,ERJ145,E190. Lockheed L-100 Hercules

O aeroporto pode receber qualquer aeronave de médio e pequeno porte.

Acidentes e incidentes[editar | editar código-fonte]

Em 2010 um boeing 737-200 da TAAG que seguia a rota Namibe - Luanda teve de abortar a decolagem devido a problemas em uma das turbinas;


Companhias aéreas e destinos[editar | editar código-fonte]

Companhias Destinos
Angola Air Gemini Benguela, Luanda
Angola Air26 Luanda
Angola AirJet Luanda
Angola SAL Benguela,Luanda
Angola TAAG Linhas Aéreas de Angola Benguela,Huambo,Kuito,Luanda,Menongue,Ondjiva

Existem ainda voos charter para:

Angola Luanda Namíbia Windhoek

Operam também as empresas de Carga:

Angola FAA Angola Transafrik Angola


A companhia que opera regularmente para o Namibe, é a TAAG Linhas Aéreas de Angola.

Referências

http://www.namibe.gov.ao/

Ligações externas