Afasia de Broca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Afasia de Broca
Áreas de Broca e Wernicke.
Classificação e recursos externos
CID-10 F80.1
CID-9 315.31
MeSH D001039
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 

Afasia de Broca ou afasia expressiva é um transtorno neurológico caracterizado pela dificuldade em se expressar verbalmente, porém com a compreensão preservada.[1] Não há presença de um dano estrutural que justifique a perda da capacidade motora de se expressar, que é apenas presente na apraxia de fala.[2]

Causas[editar | editar código-fonte]

Esta afasia ocorre por lesão na área de Broca, localizada no giro opercular da região frontal, com predominância esquerda, região 44 e 45 dentre as áreas de Brodmann, sendo geralmente causada por um acidente vascular cerebral (AVC).[1] Cerca de 34% dos pacientes que sobrevivem a um ou mais AVC costumam apresentar algum tipo de afasia.[3] A afasia expressiva pode também ser causada por traumatismo craniano, tumor cerebral e hemorragia cerebral por hematoma epidural.[4][5]

Sinais e sintomas[editar | editar código-fonte]

Pode-se solicitar ao paciente que nomeie objetos comuns, como caneta, relógio ou lápis.[6] A capacidade de engolir também pode ser avaliada durante o diagnóstico, e o comprometimento de alguma dessas habilidades podem apontar uma possível afasia expressiva.[7]

Os sintomas típicos incluem:[8][9]

  • Entonação vocal prejudicada;
  • Fala lenta e com muitas interrupções;
  • Consciência de seus erros;
  • Dificuldade em encontrar as palavras que deseja;
  • Gramática simplificada, especialmente com relação a elementos de ligação (preposições, conjunções, etc.)

Exemplo[editar | editar código-fonte]

"Ah sim... segunda... pai e Peter... e pai... quarta... nove da manhã... e quinta... dez da manhã... e doutor.... e dois... eeee.... doutores... dentes..."
Tradução livre de um paciente explicando sobre como foi ao hospital para uma cirurgia dental.[10]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Purves, D. (2008). Neuroscience (fourth ed.). Sinauer Associates, Inc.ISBN 0-87893-742-0.
  2. Ogar J, Slama H, Dronkers N, Amici S, Gorno-Tempini ML (Dezembro de 2005). «Apraxia of speech: an overview». Neurocase. 11 (6): 427–32. PMID 16393756. doi:10.1080/13554790500263529 
  3. Pedersen, PM; Vinter, K; Olsen, TS (2004). "Aphasia after stroke: Type, severity, and prognosis - The Copenhagen aphasia study". Cerebrovascular diseases17 (1): 35–43. doi:10.1159/000073896. PMID 14530636.
  4. Orzeren, A; F Koc; M Demirkiran; A Sonmezler (2006). «Global aphasia due to left thalamic hemorrhage». Neurology India. 54 (4): 415–417. PMID 17114855. doi:10.4103/0028-3886.28118 
  5. Commondoor, R.; Eisenhut, M.; Fowler, C.; Kirollos, R. W. & Nathwani, N. (2009). «Transient Broca's Aphasia as Feature of an Extradural Abscess». Pediatric Neurology. 40 (1): 50–53. PMID 19068255. doi:10.1016/j.pediatrneurol.2008.06.018 
  6. «Aphasia» [Afasia]. American Speech-Language-Hearing Association (ASHA) (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2016. The speech-language pathologist (SLP) evaluates the individual with a variety tools to determine the type and severity of aphasia. It includes assessment of: [...] Verbal Expression: [...] naming objects. 
  7. Kirshner, Howard S; Quinn, Joseph (19 de fevereiro de 2016). Chawla, Jasvinder, ed. «Aphasia Clinical Presentation: History, Physical, Causes» [Apresentação Clínica da Afasia: História, Fisiologia, Causas]. Medscape (em inglês). WebMD LLC. Consultado em 27 de novembro de 2016. Speech therapists may observe oral apraxia and difficulty swallowing. 
  8. Chapey, Roberta (2008). Language Intervention Strategies in Aphasia and Related Neurogenic Communication Disorders. Philadelphia, PA: Lippincott Williams & Wilkins. 8 páginas. ISBN 978-0-7817-6981-5 
  9. Manasco, H. (2014). The Aphasias. In Introduction to Neurogenic Communication Disorders (Vol. 1, p. 91). Burlington, MA: Jones & Bartlett Learning.
  10. Goodglass, H.; N. Geschwind (1976). "Language disorders". In E. Carterette and M.P. Friedman. Handbook of Perception: Language and Speech. Vol VII. New York: Academic Press.
Ícone de esboço Este artigo sobre doenças é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.