Alexander Schallenberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Alexander Schallenberg
Chanceler da Áustria
Período 11 de outubro de 2021 – presente
Presidente Alexander van der Bellen
Antecessor(a) Sebastian Kurz
Ministro das Relações Exteriores
Período 3 de junho de 2019 - 11 de outubro de 2021
Chanceler Brigitte Bierlein
Sebastian Kurz
Antecessor(a) Karin Kneissl
Sucessor(a) Michael Linhart
Dados pessoais
Nascimento 20 de junho de 1969 (52 anos)
Berna, Suíça
Nacionalidade austríaco
Alma mater Universidade de Viena
Universidade Pantheon-Assas
Colégio da Europa
Partido Partido Popular Austríaco
Profissão Político
Diplomata

Alexander Georg Nicolas Christoph Wolfgang Tassilo Schallenberg (Berna, 20 de junho de 1969) é um político austríaco do partido democrata-cristãoconservador, Partido Popular Austríaco (ÖVP), atual Chanceler da Áustria e antes, ministro das Relações Exteriores.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Schallenberg nasceu em 1969 em Berna, Suíça, onde seu pai havia sido embaixador austríaco.[2] Como filho de um diplomata, ele foi criado na Índia, Espanha e França.[2] De 1989 a 1994, ele estudou direito na Universidade de Viena e na Universidade de Paris II Panthéon-Assas. Após sua graduação, ele continuou seus estudos no Colégio da Europa até 1995.[3]

Em 3 de junho de 2019, Schallenberg sucedeu Karin Kneissl como ministro das Relações Exteriores da Áustria.[4] Ele manteve sua posição como parte do Segundo Governo Kurz, que foi empossado em 7 de janeiro de 2020.

Depois de participar de uma cúpula da União Europeia[5] no Edifício Europa em Luxemburgo em 12 de outubro e 13 de outubro de 2020[6][7] com Sophie Wilmes, Schallenberg testou positivo para COVID-19.[5]

Em 11 de outubro de 2021, foi nomeado pelo presidente Alexander van der Bellen como chanceler da Áustria, em substituição a Sebastian Kurz, envolvido em investigações de corrupção e suborno.[1]

Referências

  1. a b Reuters (11 de outubro de 2021). «Ex-chanceler assume governo da Áustria depois de escândalo de jornalismo derrubar premiê». Folha de São Paulo. Consultado em 11 de outubro de 2021 
  2. a b «Das Spielfeld der Diplomatie ist die zweite Reihe» (em alemão). Oberösterreichische Nachrichten. 26 de junho de 2017. Consultado em 3 de junho de 2019 
  3. «Kneissl-Nachfolger – Karrierediplomat und Kurz-Vertrauter Schallenberg wird Außenminister». Kleine Zeitung (em alemão). 30 de maio de 2019. Consultado em 3 de junho de 2019 
  4. «The Federal Minister for Europe, Integration and Foreign Affairs» (em inglês). Foreign ministry of Austria. Consultado em 3 de junho de 2019 
  5. a b «Belgian Foreign Minister Sophie Wilmes in intensive care with COVID-19» (em inglês). Deutsche Welle. 22 de outubro de 2020 
  6. «FOREIGN AFFAIRS COUNCIL Luxembourg, 12 October 2020» (PDF) (em inglês). European Council. 12 de outubro de 2020 
  7. «GENERAL AFFAIRS COUNCIL Luxembourg, 13 Octobre 2020» (PDF) (em inglês). European Council. 13 de outubro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Sebastian Kurz
Chanceler da Áustria
2021 —
Sucedido por
incumbente