Sebastian Kurz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sebastian Kurz
Chanceler da Áustria
Período 18 de dezembro de 2017
até a atualidade
Presidente Alexander van der Bellen
Antecessor(a) Christian Kern
Ministro das Relações Exteriores
Período 16 de dezembro de 2013
até 18 de dezembro de 2017
Chanceler Werner Faymann
Christian Kern
Antecessor(a) Michael Spindelegger
Sucessor(a) Karin Kneissl
Presidente do Partido Popular Austríaco
Período 1 de julho de 2017
até a atualidade
Antecessor(a) Reinhold Mitterlehner
Dados pessoais
Nascimento 27 de agosto de 1986 (32 anos)
Áustria Viena, Áustria
Nacionalidade austríaco
Primeira-dama Susanne Thier[1]
Partido Partido Popular Austríaco
Religião Católico Romano
Profissão Político
Diplomata
Assinatura Assinatura de Sebastian Kurz

Sebastian Kurz (Viena, 27 de agosto de 1986) é um político austríaco do partido democrata-cristãoconservador, Partido Popular Austríaco (ÖVP) e chanceler da Áustria desde dezembro de 2017. Serviu como Ministro dos Negócios Estrangeiros de 2013 até dezembro de 2017, e é o líder do Partido Popular Austríaco desde 2017. [2]

Durante a crise migratória na Europa em 2015, Sebastian Kurz afirmou a necessidade de maiores contrôles fronteiriços e apresentou um plano de integração para as áreas da aprendizagem do idioma, do mercado de trabalho, e da lei e dos valores.[3][4] Ainda em 2015, propôs uma nova legislação, proibindo a fundação de mesquitas pagas pelo estrangeiro, e regulando a versão do Alcorão que poderia ser usada na Áustria. Igualmente propunha mais direitos para a comunidade muçulmana, aceitando a dieta islâmica (halal) e permitindo a assistência espiritual islâmica nas forças armadas.[5][6] Dentro da União Europeia, pugna pelo fim das negociações de adesão com a Turquia.[7]

No dia 18 de dezembro de 2017, assumiu o cargo de Chanceler da Áustria, tornando-se, aos 31 anos, o chefe de governo mais jovem da atualidade e da história da Áustria.

Referências

  1. «Sie will keine Brigitte Macron sein». Süddeutsche Zeitung. 16 de outubro de 2017 
  2. «Sebastian Kurz» (em alemão). Parlamento da Áustria. Consultado em 14 de outubro de 2017. 
  3. «EU refugee policy helps people smugglers, says Austria». Financial Times. 4 de novembro de 2015 
  4. «50 points towards successful integration». Austrian Federal Ministry for Europe, Integration and Foreign Affairs. 19 de novembro de 2015 
  5. Muslims in this country allowed only German language Qurans, Reuters, 28 de fevereiro de 2015 – via India Today 
  6. Elahe Izadi (26 de fevereiro de 2015), «Austria is taking controversial steps to tighten a 100-year-old 'Law on Islam'», The Washington Post 
  7. http://www.lemonde.fr/europe/article/2017/05/15/l-autriche-se-dirige-vers-des-legislatives-anticipees_5127762_3214.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]