Ali Bin Nasser

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ali Bin Nasser
Nome completo Ali Bin Nasser
Nascimento 2 de março de 1944 (74 anos)
Nacionalidade  Tunísia
Árbitro FIFA 1976–1991

Ali Bin Nasser ou Ali Bennaceur (2 de março de 1944) é um ex-árbitro de futebol tunisiano.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Filiado à FIFA em 1976, apitou 2 finais da Copa Africana de Nações (1984 e 1988) e 2 jogos do Mundial Sub-20 de 1985. Seu trabalho mais conhecido foi na Copa de 1986, onde apitou 3 partidas.

Na primeira fase, comandou o jogo entre Polônia e Portugal, e nas oitavas-de-final, apitou Dinamarca e Espanha.[2] Porém, seria no jogo entre Argentina e Inglaterra, que Bin Nasser foi destaque internacional, ao validar o gol de mão de Maradona (feito com uma parte com a cabeça e outra com La Mano de Dios, segundo o Pibe de Oro). O assistente búlgaro Bogdan Dotchev ajudou o árbitro na decisão.

Em 2015, Maradona e Bin Nasser reencontraram-se, e o ex-jogador argentino homenageou o árbitro, presenteando-lhe com uma camisa da Seleção Argentina e chamando-o de "amigo eterno".[3]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um árbitro de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.