António Fernando dos Santos (Tóssan)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de António Fernando dos Santos)
Ir para: navegação, pesquisa
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada. Foi sugerido que adicione esta.
Disambig grey.svg Nota: Para outros usos para Fernando Santos, veja Fernando Santos (desambiguação).

António Fernando dos Santos (Vila Real de Santo António, 1918 - Lisboa, Agosto de 1991), mais conhecido por Tóssan, foi um pintor, ilustrador, decorador e gráfico português.

Pertenceu, desde 1947, ao Teatro dos Estudantes da Universidade de Coimbra (TEUC), onde foi cenógrafo e caracterizador.

A sua primeira obra como ilustrador foi a capa do livro «O Teatro dos Estudantes de Coimbra no Brasil».

Durante o período em que residiu em Coimbra foi o caricaturista de centenas de estudantes.

Entre 1961 e 1964, orientou os trabalhos gráficos da Embaixada do Brasil em Lisboa, cuja Biblioteca Sala Brasil decorou.

Na imprensa, foi um dos criadores do suplemento juvenil do Diário de Lisboa e colaborador do jornal humorístico O Bisnau.

Foi o autor do cartão da tapeçaria do salão nobre da Procuradoria-Geral da República, em Lisboa.

O actor Mário Viegas, amigo de Tóssan, reuniu num documento, em 1992, poemas e textos de prosa inéditos para um espectáculo intitulado Tótó, que representou a solo, nesse ano.

Obras de Tóssan[editar | editar código-fonte]

Cão pêndio, Lisboa, Portugália, 1959.

Alguns trabalhos de ilustração de livros[editar | editar código-fonte]

  • Caldwell, Erskine (1903-1987).
    • A coelhinha do rabito de algodão. Lisboa, Portugália, 196?.
  • Colaço, Maria Rosa (1935-2004).
    • Estas crianças aqui. Fotografias de Eduardo Gageiro. Lisboa, Terra Livre, 1979. Edição especial para o Ano Internacional da Criança.
  • Dias, Maria Helena da Costa (1917-).
    • Animais: esses desconhecidos. Lisboa, Portugália, 1965.
  • Freitas, António Sousa (1921-2004).
    • Três contos para o Natal. Lisboa, Lisfarma, 196?.
  • Gomes, Madalena (1928)
    • O leão vegetariano: contos para crianças. Coimbra, Atlântida, 1975.
  • Mirepoix, Camille
    • O leão Heitor. Lisboa, Portugália, 196?.
  • Muralha, Sidónio (1920-1982).
    • A amizade bate à porta. Lisboa, A Comuna, 1975.
  • Neves, Leonel (1921-1996).
    • Sete contos de espantar. Coimbra, Atlântida, 1975.
    • O elefante e a pulga: poemas para crianças. Lisboa, Horizonte, 1976.
    • O livrinho dos macacos: poemas e um conto para crianças. Lisboa, Livros Horizonte, 1978.
    • Bichos de trazer por casa. Lisboa, A Comuna, 1978.
    • O menino e as estrelas e outras histórias em verso. Lisboa, Horizonte, 1979.
    • O policia bailarino e outros contos. Lisboa, Horizonte, 1979.
    • Histórias do Zé Palão. Lisboa, Livros Horizonte, 2.ª edição, 1979.
    • Um cavalo da cor do arco-íris: romancinho. Lisboa, Livros Horizonte, 1980.
    • Uma dúzia de adivinhas. Lisboa, Livros Horizonte, 1981.
    • O soldadinho e a pomba. Lisboa, Livros Horizonte, 1981.
    • Bichos de trazer por casa: poemas para crianças. Lisboa, Livros Horizonte, 1981.
    • João Careca, mestre detective: contos. Lisboa, Horizonte, 1984.
    • O mistério do quarto bem fechado. Lisboa, Horizonte, 1985.
    • Extraterrestre em Lisboa. Lisboa, Horizonte, 1993.
  • Santos, António de Almeida (1926).
    • Rã no pântano: contos. Lisboa, Parceria António Maria Pereira, 1959.
    • Contos do tempo do ódio. Lisboa, Notícias, 2001.
  • Semedo, Curvo (1766-1838).
    • O velho, o rapaz e o burro: parábola. Lisboa, Prelo, 1978.
  • Vicente, Gil.
    • Gil Vicente e as crianças. Textos seleccionados por Maria Leonor de Carvalhão Buescu; pref. Paulo Quintela. Lisboa, Ministério da Educação Nacional, Comissão Nacional do V Centenário de Gil Vicente, 1965.

Referências