Astateto de hidrogênio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Astateto de hidrogênio
Alerta sobre risco à saúde
Hydrogen-astatide-calculated-3D-sf.png
Identificadores
Número CAS
PubChem 23996
ChemSpider 22432
ChEBI 30418
SMILES
InChI InChI=1/AtH/h1H
Referência Gmelin 532398
Propriedades
Fórmula química HAt
Massa molar 211 g mol-1
Compostos relacionados
Outros aniões/ânions Brometo de hidrogênio

Cloreto de hidrogênio
Fluoreto de hidrogênio
Iodeto de hidrogênio

Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Astateto de hidrogênio (português brasileiro) ou Astateto de hidrogénio (português europeu), também conhecido como hidreto de ástato, astatano, ou ácido astatídrico, é um composto químico com a fórmula química HAt, consistindo de um átomo de ástato covalentemente ligado a um átomo de hidrogênio.1

Esse composto químico exibe propriedades similares aos outros quatro haletos de hidrogênio, e é de fato o ácido mais forte entre eles; porém, seu uso prático é limitado porque prontamente se decompõem em ástato e hidrogênio,2 e também devido a curta meia-vida dos isótopos de ástato.Já que os átomos de hidrogênio e ástato tem eletronegatividades quase iguais , e a presença do íon At+,3 a dissociação do composto pode resultar no átomo de hidrogênio carregando a carga negativa. portanto, uma amostra de astateto de hidrogênio pode sofrer as seguintes reações:

2 HAt → H+ + At + H + At+ → H2 + At2

Essa reação resulta em hidrogênio molecular e ástato precipitado . Enquanto soluções de iodeto de hidrogênio são estáveis , a solução de astateto de hidrônio é claramente menos estável que o sistema água-hidrogênio-ástato. Por fim, a radiólise do núcleo de ástato pode quebrar a ligação As-H.

Adicionalmente, ástato não tem isótopos estáveis ; dos quais o mais estável é o ástato-210, que tem uma meia-vida de aproximadamente 8,1 horas, fazendo este composto químico ser muito difícil de ser trabalhado ,4 já que o ástato irá rapidamente decair em outros elementos.

Referências

  1. PubChem, "astatane - Compound Summary", accessed July 3, 2009.
  2. Fairbrother, Peter, "Re: Is hydroastatic acid possible?", accessed July 3, 2009.
  3. Advances in Inorganic Chemistry, Volume 6 by Emeleus, p.219, Academic Press, 1964 ISBN 0-12-023606-0
  4. Gagnon, Steve, "It's Elemental", accessed July 3, 2009.