Córrego do Gregório

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Córrego do Gregório
Comprimento 7 km
Nascente Área rural à sudeste de São Carlos
Altitude da nascente 900 m
Foz Rio Monjolinho
Altitude da foz 634 m
Área da bacia 33,77 km²
Afluentes
principais
Córrego Primeira água, Córrego Sorregotti, Córrego Lazarini, Córrego da Biquinha e Córrego Simeão
País(es)  Brasil

O Córrego do Gregório é um rio brasileiro do estado de São Paulo. Nasce e corta o município de São Carlos, de leste para o oeste.

Sua nascente é na área rural, à leste da cidade de São Carlos, na fazenda Recanto Feliz em área de pastagem, e que fica a mais de 900 metros de altitude. No mesmo lugar também nascem o rio Monjolinho e o ribeirão dos Negros. Que são importantes cursos d'água do município. O Córrego do Gregório possui cinco afluentes, quatro pela margem direita, o Córrego Primeira água perto da SP-310 antes do Córrego do Gregório atravessar a rodovia, Córrego Sorregotti perto da Escola Educativa, Córrego Lazarini próximo a rua Major Manuel Antonio de Matos, Córrego da Biquinha na rua Visconde de Inhaúma (canalizado), e um afluente pela margem esquerda o Córrego Simeão na região do mercado (canalizado); e corre no sentido oeste numa extensão aproximada de 7 quilômetros, tendo seu desague no rio Monjolinho, perto do Shopping Iguatemi.

Foi importante no desenvolvimento urbano da cidade, pois corta todo o centro no sentido leste para oeste, e na realidade é uma sub-bacia de outra sub-bacia principal e maior, a sub-bacia do rio Monjolinho.

História[editar | editar código-fonte]

O córrego era chamado, originalmente, de "águas de servidão".[1] Posteriormente, foi batizado de Gregório em memória a um dos primeiros habitantes da região, um posseiro.[2][3]

Em 1913, planejava-se transformar em lago um trecho do rio, localizado na atual praça do Mercado Municipal, sob a qual o rio, hoje, corre tamponado. À época, as águas do córrego formavam uma várzea no local.[4]

Durante o século XX, grandes extensões das margens do córrego foram ocupadas por construções, sendo recorrentes inundações em alguns trechos.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Local da nascente no WikiMapia (em português)
  • Sobre a sub-bacia do Córrego (em português)
  • Histórico sobre o Córrego (em português)
  • FAUSTINO, A. S.; SILVA, R. S. A sensibilidade à água na trajetória de expansão urbana do município de São Carlos-SP. Anais do 7º Congresso Luso Brasileiro para o Planejamento Urbano, Regional, Integrado e Sustentável - Pluris. Maceió: Viva Editora, 2016. link.
  • MENDES, H.C.; MENDIONDO, E. M. Histórico da Expansão Urbana e Incidência de Inundações: O Caso da Bacia do Gregório, São Carlos – SP. Revista Brasileira de Recursos Hídricos – RBRH, Volume 12, n. 1 Jan/Mar, p. 17-27, 2007. link.
  • MAROTTI, A. C. B. et al. Levantamento histórico e relatos de inundações do córrego do Gregório na região central do município de São Carlos-SP. Revista Eixo, v. 3, n. 1, 2014. link.

Referências

  1. NEVES, Ary Pinto das. São Carlos na esteira do tempo: 1884-1984. [São Carlos]: s.n., [c. 1984]. [cf. p. 24.]
  2. SILVA, João Paulo da. Posseiros e possuidores: conflitos sociais na formação da estrutura fundiária em São Carlos-SP entre 1850 e 1888. Dissertação (Mestrado em Sociologia), Universidade Federal de São Carlos, 2015. link.
  3. SILVA, João Paulo da. Por uma descolonização das “memórias oficiais” regionais: (des)construindo as narrativas históricas sobre o município de São Carlos-SP. Anais do Congresso de História de Jataí, 2016. link.
  4. PAVESI, A; PAVESI, L.; ROBERTS, A. M S.; JABUR, R. S. "O Lago do Coronel Leopoldo Prado – 13 de agosto 1913". In: Águas da Memória: um percurso pelos córregos esquecidos de São Carlos (blog). 8 jun. 2011. link.
  5. SILVA, P. R. Fatores de influência na urbanização em APPs áreas de preservação permanente: O caso da APP do córrego do Gregório - São Carlos. 2010. 144 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Exatas e da Terra) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2010. link.
Ícone de esboço Este artigo sobre hidrografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.