Rio Jacaré-Guaçu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rio Jacaré-Guaçu
Bacia hidrográfica do rio Tietê
Bacia hidrográfica do rio Tietê
Comprimento 155 km
Nascente Área rural ao norte de Itirapina e sul de São Carlos
Foz Margem direita (rio Tietê)
Área da bacia 4161 [1] km²
Afluentes
principais
Rios Monjolinho, Boa Esperança, Chibarro, Ribeirão das Cruzes, Boa Esperança, Itaquerê, São João e outros
País(es)  Brasil

O rio Jacaré-Guaçu antigo rio Jacaré Grande é um rio brasileiro do estado de São Paulo.

Afluente norte do rio Tietê, possui onze afluentes. Nasce na confluência do Ribeirão Feijão com o rio do Lobo logo abaixo da barragem da Represa do Broa na divisa dos municípios de Itirapina com São Carlos. Atravessa os municípios de Itirapina, São Carlos, Ribeirão Bonito, Araraquara, Gavião Peixoto, Nova Europa e deságua na margem direita do rio Tietê dentro do município de Ibitinga.

Destaca-se por ter em suas margens o sítio arqueológico considerado como o mais antigo do estado (sítio lítico Boa Esperança II, com cerca de 2 mil artefatos de pedra lascada registrados), situado entre os municípios de Araraquara e Boa Esperança do Sul, com idade de 14.500 anos Antes do Presente.[2]

Afluentes do rio Jacaré-Guaçu[editar | editar código-fonte]

Margem esquerda
Margem direita

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre hidrografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.