Cacau (livro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cacau
Capa da 1a. edição
Autor(es) Jorge Amado
Idioma português
País  Brasil
Assunto Injustiças sociais, prepotência dos coronéis, servidão dos trabalhadores rurais
Género Romance
Localização espacial Região cacaueira do sul do Estado da Bahia
Ilustrador Santa Rosa
Arte de capa Santa Rosa
Editora Ariel
Lançamento 1933 (1a. edição)
Páginas 197 (1a. edição)
Cronologia
O País do Carnaval
Suor (livro)

Cacau foi o segundo romance de Jorge Amado, publicado em 1933. Inicia o "Ciclo do Cacau" e conta a história dos trabalhadores em fazendas de cacau do sul da Bahia, na década de 1930, a expansão das idéias socialistas e a luta de classes no hostil mundo dos trabalhadores do cacau.[1]

Este romance está integrado no surto do regionalismo de carácter socializante que viria a influir na eclosão do Neo-Realismo português[2].

Referências

  1. Miécio Táti. Jorge Amado. Editôra Itatiaia; 1961. p.47
  2. Revista COLÓQUIO/Letras n.º 71 (Janeiro de 1983), pág. 2.
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.