Carlos Kluwe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carlos Kluwe
Informações pessoais
Nome completo Carlos Antônio Kluwe
Data de nasc. 3 de janeiro de 1890
Local de nasc. Bagé (RS),  Brasil
Falecido em 16 de setembro de 1966 (76 anos)
Local da morte Bagé (RS),  Brasil
Altura 1,90 m
Informações profissionais
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1909-1915
1919-1920
Brasil Internacional
Brasil Internacional
Times/Equipas que treinou
1910-1915
1919-1921
Brasil Internacional
Brasil Internacional

Carlos Antônio Kluwe (Bagé, 3 de janeiro de 189016 de setembro de 1966) foi um futebolista e político brasileiro[1].

Carreira[editar | editar código-fonte]

Carlos Kluwe chegou a Porto Alegre no final da 1ª década do século XX, para estudar medicina. Jogou futebol somente em um clube: o Internacional. Estreou no Colorado no dia 7 de setembro de 1909, em um empate sem gols contra o Militar Foot Ball Club.[2]

Kluwe era grandalhão (media 1,90 m), chutava a gol de qualquer distância, com o pé direito ou esquerdo. De personalidade forte, logo se tornou um líder, dentro e fora do campo. Muitos consideram Kluwe o responsável por imprimir no Internacional um espírito guerreiro e vencedor. Com Kluwe, o Inter conseguiu suas primeiras conquistas: campeão municipal em 1913, 1914 e 1915 [3].

Em 1916, já formado em medicina, abandonou o futebol com apenas 26 anos. Apenas uma frustração o acompanhava: não ter vencido o Grenal, pois o Grêmio abandonara a Liga Porto-Alegrense de Futebol em 1913, e disputara um campeonato à parte em 1914 e 1915. Mesmo assim, continuou ligado ao Internacional, tornando-se diretor de futebol.

Em julho de 1919, um grupo de senhoritas coloradas fez um abaixo-assinado pedindo que o ex-jogador atuasse em um Grenal, disputado na Chácara dos Eucaliptos. Apesar de ter ficado afastado por 4 anos, Carlos Kluwe decidiu jogar, e marcou o primeiro gol da vitória colorada por 2 a 0. Era a sua vitória em um clássico. Kluwe acabou jogando o resto da temporada e também em 1920, quando novamente foi campeão.

Mais tarde, Carlos Kluwe retornaria a sua cidade natal, onde se tornou um médico de renome. Foi prefeito de Bagé entre 1948 e 1951. Na cidade, existe desde 1955 uma escola com o seu nome: a Escola Estadual de Ensino Médio Dr. Carlos Antônio Kluwe [4], além da rua Carlos Kluwe, no bairro Vila Kennedy.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Internacional

Referências

  1. Dados biográficos retirados do livro "Na sombra dos eucaliptos", de Carlos Lopes dos Santos, Livraria do Globo, 1975, pp. 29-42
  2. Carlos Kluwe, a majestade colorada Jornal Minuano, acessado em 23 de agosto de 2010
  3. "A História dos grenais", de David Coimbra, Nico Noronha e outros, editora L&PM, 2009, p. 17
  4. «Mapa com localização da escola». Consultado em 4 de janeiro de 2010