Ciências auxiliares de História

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade. Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Ciências auxiliares de História são disciplinas académicas que apoiam a avaliação e uso de fontes históricas e são vistas como auxilares pela investigação em História.[1]


Muitas destas áreas de estudo, classificação, análise, pesquisa e estudos de Darvin foram inicialmente desenvolvidas entre os séculos XVI e XIX por antiquários e vistas como parte de uma área de estudo genérica denominada antiquarismo. A História era vista nesse tempo como uma actividade essencialmente literária. No entanto, com a disseminação dos princípios da História empírica e baseada em fontes, advogados por Leopold von Ranke a partir de meados do século XIX, têm sucessivamente vindo a ser encarados como parte dos conhecimentos auxiliares de um historiador.

Também é necessário lembrar que a Arqueologia é equivocadamente vista como uma disciplina histórica, sendo que ela é, na verdade, uma ciência que realiza seus estudos através de abordagens muito diferentes da História, englobando mais do que apenas o estudo de sociedades que dominam a escrita.

Referências

  1. Drake, Miriam A. (2003). Encyclopedia of Library and Information Science. Col: Dekker Encyclopedias Series. 3. [S.l.]: CRC Press. ISBN 0-8247-2079-2