Cidinho Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cidinho Santos
Senador pelo Mato Grosso Mato Grosso
Período 9 de agosto de 2012
até 16 de dezembro de 2012
13 de março de 2014
até 17 de julho de 2014
15 de maio de 2016
até atualidade
Dados pessoais
Nascimento 19 de junho de 1968 (49 anos)
Janiópolis, PR
Partido PR
Religião Católico
Profissão Empresário

José Aparecido dos Santos (Janiópolis, 19 de junho de 1968) é empresário e político brasileiro, filiado ao Partido da República (PR).[1]

Foi prefeito de Nova Marilândia (MT), por três mandatos. Presidiu a Associação Mato-grossense dos Municípios.[2]

Nas eleições de 2010, foi eleito primeiro suplente de Blairo Maggi ao Senado Federal. Assumiu o cargo em diversas oportunidades, sendo a ultima em virtude da nomeação de Maggi para ocupar o Ministério da Agricultura do governo Michel Temer.[3]

Em dezembro de 2016, votou a favor da PEC do Teto dos Gastos Públicos.[4] Em julho de 2017 votou a favor da reforma trabalhista.[5]

Em outubro de 2017 votou a favor da manutenção do mandato do senador Aécio Neves derrubando decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal no processo onde ele é acusado de corrupção e obstrução da justiça por solicitar dois milhões de reais ao empresário Joesley Batista.[6][7]

Referências

  1. «Perfil do senador Cidinho Santos no portal do Senado Federal». Senado Federal. Consultado em 17 de maio de 2016 
  2. «Cidinho Santos reassume mandato no Senado». Senado Federal. Consultado em 17 de maio de 2016 
  3. «Cidinho Santos assume vaga de Blairo Maggi no Senado». AN Portal Mato Grosso. Consultado em 17 de maio de 2016 
  4. Bol (13 de dezembro de 2016). «Confira como votaram os senadores sobre a PEC do Teto de Gastos 155 Do UOL, em São Paulo». Consultado em 16 de outubro de 2017 
  5. Redação - Carta Capital (11 de julho de 2017). «Reforma trabalhista: saiba como votaram os senadores no plenário» 
  6. «Veja como votou cada senador na sessão que derrubou afastamento de Aécio». Consultado em 17 de Outubro de 2017 
  7. «Janot denuncia Aécio Neves ao STF por corrupção e obstrução da Justiça». Consultado em 17 de Outubro de 2017