Dennis Oppenheim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dennis Oppenheim
Nascimento 6 de setembro de 1938
Electric City
Morte 21 de janeiro de 2011 (72 anos)
Nova Iorque
Cidadania Estados Unidos
Alma mater Universidade Stanford
Ocupação fotógrafo, escultor, artista
Prêmios Bolsa Guggenheim
Movimento estético arte conceptual
Causa da morte câncer de fígado
Página oficial
http://www.dennisoppenheim.org
Dennis Oppenheim, Device to Root out Evil, (1997). Vancouver, Canada

Dennis Oppenheim (Electric City, 1938 - Nova Iorque, 21 de janeiro de 2011[1]) foi um escultor [2] e fotógrafo estadunidense e desenvolvedor da Land Art, performance artística e arte conceitual.

Foi um dos maiores expoentes da arte pública, uma vertente que leva a arte para o espaço público em contraposição ao minimalismo.[2]

Faleceu em Nova Iorque aos 73 anos com um câncer.[2]

Exposições[editar | editar código-fonte]

  • 1968: Earthworks, Nova Iorque, Dwan Gallery
  • 1969: Earth Art, Ithaca, Universidade de Cornell, Andrew Dickson White Museum of Art
  • 1969: When attitudes became form, Bern, Kunstahalle
  • 1973: São Francisco, Museu de arte contemporânea
  • 1979: Paris, Museu de arte moderna da Vila de Paris
  • 1981: Genève, Galeria Malacorda
  • 1981: Nova Iorque, Galeria Sonnabend
  • 1983: Nova Iorque, Whitney Museum of American Art
  • 1983: Genebra, Galeria Eric Franck
  • 1990: Nova Iorque, John Gallery
  • 1990: Colônia, Berndt Galeria e Krips Bruxelles, Galeria Liverpool
  • 1991: Dennis Oppenheim, selected works 1967-90, Nova Iorque
  • 1995: Milão, Galeria Ierimonti
  • 1996: Genebra, Mamco

Referências

  1. «Dennis Oppenheim, a Pioneer in Earthworks and Conceptual Art, Dies at 72» (em inglês). The New York Times 
  2. a b c «Morre o escultor norte-americano Dennis Oppenheim». Universo Online Entretenimento. Entretenimento.uol.com.br. Consultado em 24 de janeiro de 2011. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]