Dennis Oppenheim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Dennis Oppenheim (Electric City, 1938 - Nova Iorque, 21 de janeiro de 2011[1] ) foi um escultor [2] e fotógrafo estadunidense e desenvolvedor da Land Art, performance artística e arte conceitual.

Foi um dos maiores expoentes da arte pública, uma vertente que leva a arte para o espaço público em contraposição ao minimalismo.[2]

Faleceu em Nova Iorque aos 73 anos com um câncer.[2]

Dennis Oppenheim, Device to Root out Evil, (1997). Vancouver, Canada

Exposições[editar | editar código-fonte]

  • 1968: Earthworks, Nova Iorque, Dwan Gallery
  • 1969: Earth Art, Ithaca, Universidade de Cornell, Andrew Dickson White Museum of Art
  • 1969: When attitudes became form, Bern, Kunstahalle
  • 1973: São Francisco, Museu de arte contemporânea
  • 1979: Paris, Museu de arte moderna da Vila de Paris
  • 1981: Genève, Galeria Malacorda
  • 1981: Nova Iorque, Galeria Sonnabend
  • 1983: Nova Iorque, Whitney Museum of American Art
  • 1983: Genebra, Galeria Eric Franck
  • 1990: Nova Iorque, John Gallery
  • 1990: Colônia, Berndt Galeria e Krips Bruxelles, Galeria Liverpool
  • 1991: Dennis Oppenheim, selected works 1967-90, Nova Iorque
  • 1995: Milão, Galeria Ierimonti
  • 1996: Genebra, Mamco

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.